,

Atividade Física Aliada À Alimentação Saudável


10 • 12 • 2018
por Equipe Pink Fit

Oi meninas, tudo bem com vocês?

A prática de exercícios físico trás mais adesão a dieta. Quem faz exercícios conseguem seguir uma dieta de forma mais efetiva do que aquelas que apenas fazem a dieta. E a longo prazo, as pesquisas também apontam que quem se exercita consegue manter o peso perdido por mais tempo!

Aí está, mais um motivo para você começar a fazer exercícios regulares, porque o que adianta gastar muitas calorias em treino e jogar tudo fora por um momento?

O exercício melhora a capacidade funcional, aumenta o gasto calórico diário. Porém, não podemos fazer uma restrição alimentar severa ou treinar intenso sem nos alimentarmos direito. Uma restrição alimentar rigorosa pode comprometer o controle e perda de peso corporal pela redução de proteína muscular e trazendo queda do metabolismo de repouso. Nos treinos, você pode ter hipoglicemia, queda da pressão arterial, taquicardia e fraqueza, assim o seu treino não rende tanto e você não colhe os resultados desejados. Por outro lado, se comer demais, ou se alimentar de comidas ultraprocessadas com muita fritura, pode causar má digestão, refluxo e ânsia de vômito.

Então o que comer antes dos treinos?
Algo leve que te dê energia! E uma boa estratégia é calcular quanto tempo de digestão seu corpo fará antes de se exercitar, pois alimentos mais proteicos demoram mais pra serem digeridos, planeje-se para comer proteínas com até uma hora de antecedência do treino. Agora carboidratos integrais que são os mais saudáveis, frutas, tubérculos e sucos naturais podem ser consumidos até meia hora antes.

E após o treino, o que podemos comer?
O ideal é comer algo que reponha as nossas reservas de glicogênio muscular e proteínas perdidas durante o treinos.

Mas, não ache que o mais importante é saber o que comer antes e depois do treino e nos esquecermos de manter uma alimentação saudável ao longo do dia, tendo uma rotina saudável. Para isso, conte com nutricionistas e para a parte da atividade física e emagrecimento, nós, da Pink Fit Training, estaremos ao seu lado para reforçar essa dupla que faz muito sucesso e te ajuda a conquistar o corpo que você sempre sonhou.

Contem conosco!

Beijos

Equipe Pink Fit

Contato @pinkfittraining | www.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br| Tel.: (11) 98274-3422

,

Síndrome da Amnésia Glútea


17 • 10 • 2018
por Equipe Pink Fit

Oi meninas, tudo bem com vocês?

Muitas pessoas sofrem de dores no joelho ou lombar e nem sequer relacionam estas lesões com a musculatura glútea. Ou não conseguem ativar/ sentir o glúteo em determinados exercício de membros inferiores e esteticamente não possuem um glúteo aparentemente bonito.

Tudo isso pode ser resultado de uma síndrome chamada de amnésia glútea em que os músculos estão fracos, principalmente pelo estilo de vida inativo e a falta de consciência corporal que causam retardo ou inativação da musculatura do glúteo por inibição de conexões neuromuscular adequadas que acabam causando padrões compensatórios.

A região glútea é formada pelo glúteo máximo, médio e mínimo, que são complementares entre si. O glúteo máximo reveste os músculos mínimos e máximos, é responsável principalmente pela extensão, abdução e rotação externa de quadril. O glúteo médio é um músculo muito importante para estabilização dos membros inferiores por sua ação anti-abdução do fêmur e abdução de quadril. E o glúteo minimo que age na abdução de quadril também é o maior rotador interno de fêmur

Os problemas mais aparente da amnésia glútea são:

⭐encurtamento dos músculos do quadríceps, psoas, tensor da fáscia lata, bíceps femoral e gastrocnêmio.

⭐fraqueza dos músculos glúteo médio, piriforme, semitendinoso, reto abdominal e oblíquos abdominais.

⭐falta de alinhamento do pé, joelhos e quadril, que causam dificuldade de estabilização de quadril e instabilidade principalmente em movimentos unipodais, trazendo maiores risco de lesões

⭐Trigger points

⭐Fechamento de cadeias

⭐Dor joelho, porque a amnésia glútea causa rotação interna excessiva, pressão na patela, joelho valgo e pé em pronação

⭐Dor lombar, principalmente porque a fraqueza do glúteo torna os isquiotibiais dominantes na extensão de quadril e ilipsoas mais fortes e acabam fazendo uma translação anterior do fêmur no acetábulo.

Através de um treinamento é possível evitar possíveis lesões e/ou alterações posturais com treinos de coordenação, consciência corporal, mobilidade e estabilidade das articulações do corpo, alongamento de musculatura, liberação de cadeias tensas e fortalecimento para melhorar os déficits de instabilidade postural e muscular.

Nós, da Pink Fit Training,  desenvolvemos treinos em que você ativa de forma adequada seu glúteo para que você tenha a sua melhor versão e, ainda, realize um treino muito muito mais eficaz e com resultados garantidos em termos estéticos e biomecânico.

Contem conosco!

Beijos

Equipe Pink Fit

Contato @pinkfittraining | www.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br| Tel.: (11) 98274-3422

,

Segundo trimestre da gestação (de 13 a 28 semanas)


19 • 06 • 2018
por Equipe Pink Fit

Oi meninas, tudo bem?

Dando continuidade à coluna de 16 de abril que abordava o primeiro trimestre da gestação e atividade física, hoje falaremos um pouco sobre o segundo trimestre da gestação, conhecida por muitos como a fase de lua de mel da gravidez. Chamada assim, porque geralmente os enjoos já cessaram, a barriga de grávida está bem aparente – comparado ao semestre anterior -, você tem mais disposição e, no finalzinho desse semestre, o bebê começa a se mexer e interagir mais com as mamães.

Porém, nem tudo nessa fase são flores. Há um retardamento gástrico pelo relaxamento da musculatura do trato intestinal que causa azia e diminui as secreções gástricas e evacuação. Além disso, os seios ficam mais sensíveis e a pele pode ficar hiperpigmentada, causando escurecimento de auréolas e melasmas faciais.

Devido ao aumento do tamanho da barriga, do bebê e do peso, tanto a postura quanto o equilíbrio ficam comprometidos. Assim, os exercícios mais trabalhados são aqueles que dão ênfase no fortalecimento do assoalho pélvico, abdômen (principalmente o transverso abdominal), paravertebrais e glúteos associados a correção postural.

Durante os exercícios, não é indicado fazer exercícios em decúbito ventral (barriga para baixo), por causa do desconforto, nem exercícios em decúbito dorsal (barriga para cima) por mais de quatro minutos. Se necessário, poderá ser utilizado um suporte para elevação de tronco, sempre tomando cuidado com a compressão da veia cava.

Como dito anteriormente, locais instáveis e com altitude devem ser evitados, pois há mudanças no equilíbrio da gestante. Por isso, recomenda-se mudar de posição de forma mais lenta e segura.

Sem falar, na maior exigência cardiorrespiratória. O coração precisa trabalhar duas vezes mais para bombear mais de seis litros por minuto, com aporte sanguíneo 50% maior para o úteros e 25% maior para os rins. Por isso, recomenda-se realizar exercícios cardiovasculares e de força, mas que estejam dentro de uma frequência cardíaca segura, ou seja, em torno de 140 batimentos por minutos.

Outro ponto importante para se ressaltar são os exercícios de abdominais, que em alguns casos, não se realiza flexões torácicas por conta do aumento de diástase que atinge duas a cada três gestantes.

Por todas estas restrições, o melhor é você treinar com um profissional de educação física que entenda de treinamento físico para gestante. Nós, da Pink Fit Training, queremos que você tenha o máximo dos benefícios do exercício físico com total segurança, para que você passe da melhor foma por esta fase tão maravilhosa pra você e seu bebê.

Beijos

Equipe Pink Fit

Contato @pinkfittraining | www.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br| Tel.: (11) 98274-3422

página 1 de 9