,

Você vive no corre-corre? Aprenda a viver em conexão com o momento presente


28 • 01 • 2019
por Janaína Leão

Oi meninas, tudo bem?

Já estamos na segunda quinzena de janeiro de 2019 e parece que foi ontem o Natal e o Ano-Novo, concordam?

“Conhecemos o mundo apenas pela janela da nossa mente. Quando a mente está agitada, o mundo também está. Quando a mente está em paz, o mundo também está. Conhecer a nossa mente é tão importante  quanto tentar mudar o mundo”(Haemin Sunim).

A vida adulta é agitada. É necessário equilibrar vida familiar, trabalho, atividade física, vida social, lazer, e, quando percebemos, lá está a segunda. Todavia, o que devemos fazer é dar sentido para todas as atividades, viver o presente – aqui e agora, sentir o motivo, a intensão – enfim, conectar-se.

Aquela história de piloto automático já é passado. A cada dia, independentemente da sua rotina, você pode – aliás, deve – buscar equilibrar prioridades e necessidades, buscando sempre a conexão.

 

Veja bem: quando algo o incomoda, o problema está na forma como você enxerga o que acontece. O SEU mundo lhe pertence e a forma como você vê a sua vida é singular. Quando estiver atarefado ou estressado, tenha consciência e assuma sua responsabilidade. Quando você faz isso, aciona a razão e assim tem mais recursos para enfrentar qualquer coisa.  Evite deixar um pensamento fantasioso criar asas.

Mas como assim?

  • Quando for tomar banho, foque na atividade de banhar-se. Sinta a água no seu corpo. Por acaso, você sabe qual é o cheiro do seu shampoo e condicionador? Ah! E do seu sabonete?
  • Quando for tomar café, almoçar, lanchar ou jantar, mastigue bem os alimentos, sinta o gosto. Escolha seus alimentos com consciência e não por emoção. Sinta o gosto, o cheiro, mastigue-os. Busque descansar os talheres no prato enquanto mastigar. Tenha consciência do que está fazendo e conecte-se.
  • Se for levar o filho na escola, aproveite o momento para conversar com ele. Faça perguntas, conte como será seu dia. Deseje uma boa aula, abrace-o.
  • Quando surgir imprevistos, entenda que coisas assim acontecem diariamente com milhares de pessoas e fazem parte da vida. Busque resolver, em vez de penalizar os outros ou a si próprio.
  • Leia um livro, determine número de páginas diárias.
  • Quando fizer atividade física, sinta o músculo que está sendo exercitado; inspire e expire.
  • Ao dirigir, fique atento ao trânsito; quando parar nos semáforos, olhe seu entorno, observe.
  • Escute músicas que você ama, conecte-se com a letra, sinta a vibração no corpo.
  • Escreva suas atividades e faça uma de cada fez, evite realizar muitas ao mesmo tempo. Fazer muitas coisas simultaneamente aumentará a sua exaustão. Além disso, o cérebro não consegue se concentrar com muitas coisas ao mesmo tempo.
  • Quando estiver com sua família ou amigos, esteja com eles e não com o celular na mão.
  • Quando estiver se sentindo agitado, retome a posição inicial do sentir e conectar-se, não importa qual seja a atividade. Quando nos conectamos, minutos parecem horas. Já quando estamos desconectados de nós mesmos, horas parecem minutos.

Equilibrar não é deixar de fazer as atividades, e sim escolher aquilo que é prioridade e importante, afinal, em um mundo 24h on-line, podemos fazer INÚMERAS coisas. Cabe a você escolher o que faz sentido na sua vida. Evite o piloto automático, pois ele apenas executa.

Fez sentido? Compartilhe com alguém que precisa desacelerar e dar sentido para TODAS as atividades.

Um beijo,

Janaína Leão

@psicologa_janainaleao   |    janaina@janainaleao.com.br     |    www.janainaleao.com.br