,

Merz Expert Summit 2018 | Copenhagen


26 • 11 • 2018
por Clarissa Rittes

Olá meninas!

Esse mês vou dividir com vocês um pouco das novidades vistas há uma semana em Copenhagen. Aconteceu o Merz Expert Summit 2018, evento que reuniu 28 médicos brasileiros (eu e a Dra Patrícia Rittes fizemos parte do seleto grupo) , e centenas de outros médicos do mundo todo , para trocar experiências, assistir aulas com os melhores do mundo sobre como ter resultados melhores, dividir técnicas e falar sobre o futuro.

Foi incrível o evento mundial organizado pela empresa alemã, focada nos médicos que usam os produtos injetáveis, entre outras tecnologias da marca, que por ter um valor bem alto em comparação com parte dos concorrentes, acredita que não basta ter o melhor produto, tem que ter os melhores médicos e melhor treinamento médico, para assim poder alcançar os melhores resultados, condizentes com o alto valor de seus produtos.

Para isso, foi reunido um time de experts, os melhores do mundo, entre Dr. Arthur Swift, Dra. Tatajana Pavicic, Dr Sebastian Cotofana, Dra Dóris Day, Dra Sabrina Fabi, Dr Steven Dayan, entre outros gigantes da medicina estética mundial. Europa, Estados Unidos, Canadá, Brasil, entre outros países reunidos num palco, cada um dividindo e demonstrando ao vivo suas melhores técnicas, dicas, o que estão fazendo de novo, e nós na plateia, interagindo ativamente através de um app da empresa. mandando dúvidas e respondendo algumas perguntas da equipe aos experts participantes do evento.

Entre as maiores novidades, foi mostrado uma forma diferente e individualizada de criar tratamentos com ultrassom microfocado COM VISUALIZAÇÃO (essencial para obter os resultados desejados), novas energias e maior quantidade de linhas para tratar regiões e pacientes com muita flacidez e excesso de pele. Também vimos técnicas novas e novas diluições para uso de bioestimuladores, agora focando não apenas em produzir colágeno, mas em produzir colágeno jovem. Foram mostrados resultados incríveis para flacidez de braços, joelhos, barriga, bumbum, mãos e pescoço… sempre associando áreas e tecnologias – mais uma vez, meu sexto congresso internacional voltado para experts em medicina estética esse ano e em absolutamente TODOS, a conclusão foi associar áreas e tecnologias -, é a melhor forma de trazer os resultados de sucesso. Foi muito enfatizado que o futuro e os melhores resultados estão na associação de bioestimuladores com energia (no caso, ultrassom microfocado COM VISUALIZAÇÃO – no mercado existem muitas versões sem VISUALIZAÇÃO), porém, sem visualização não tem como obter os melhores resultados, pelo simples fato de não saber em qual camada está indo a energia associado a outras fontes de energia como laser e radiofrequência .

Agora, parece que o corpo está sendo abordado na medicina estética como a nova face, uma vez que a expectativa de vida só aumenta. Parte da população tem o desejo de envelhecer bem, tanto no rosto como no corpo, que também envelhece . No caso do corporal, foi mostrado que a perda muscular (em média 1% ao ano após os 35 anos) é a principal responsável pelo envelhecimento de áreas como joelho (quando o quadríceps “murcha”, sobra pele, que após uma certa idade já tem menos colágeno, por isso fica solta e franzida) .Foi visto também formas de diminuir o tamanho do mamilo , melhorar o formato do bumbum (criar aquele shape redondo), e como envelhecer bem, começando com o paciente jovem, que atualmente tem a possibilidade de fazer pequenas interferências que podem não só deixá-la mais bonita e atraente, como retarda muito o envelhecimento. Técnicas novas para modelação de sobrancelha junto com prevenção do envelhecimento, como o Grid 21 (forma de aplicar a toxina botulínica PURIFICADA e sem proteína, que causa muito menos resistência) e o LipLush para criar lábios lindos e naturais, foram mais uma vez apresentadas, lapidadas e exibidas no palco por diversos injetores.

Que evento incrível para fechar o ano com mais conhecimento! Voltamos muito felizes e foi bem especial poder dividir com os maiores experts do mundo suas técnicas e, principalmente, sua visão como médica e injetora. Acredito que não existe nada melhor que aprender, ver médicos diferentes e com outras visões, usando suas técnicas e depois integrar tudo isso a nossa prática, ao que já fazemos. É esse mix que cria cada vez mais beleza , que nos torna cada vez melhores. Ter a humildade para absorver tudo dos melhores, e somar com aquilo que já fazemos e já sabemos, é o que traz resultados cada vez melhores e naturais . Por isso, afirmo seguramente que estamos cada vez melhores em criar beleza, realçar o melhor da beleza individual de cada paciente . Foi mostrado também que estamos cada ano que passa sabendo e entendo melhor como o cérebro humano lê a beleza, quais as formas e proporções que reconhecemos como atraentes. Isso é a chave para resultados cada vez melhores.

Que venha 2019, que já começa com IMCAS em janeiro, o maior evento mundial de medicina estética. Tenho certeza que a cada ano nos tornaremos melhores artistas, na arte de criar beleza, e de envelhecer com graciosidade, de forma global .

Beijos e até a próxima coluna.

Dra. Clarissa Rittes

Para mais informações: Tel:. (11) 3045-4167 | IG: @clarissarittes

,

Cuidados Com A Pele Do Pescoço


20 • 04 • 2017
por Clarissa Rittes

Olá meninas!!

Como falei na última coluna, essa semana o tema será pescoço e um pouco do colo.

Essas regiões são diariamente expostas à radiação solar, porém nós não temos o hábito de lembrar de proteger e cuidar. Tanto o colo como o pescoço, e todas as áreas expostas à luz solar, também sofrem fotodano (expliquei sobre isso na coluna passada). E, devido a esse dano solar cumulativo, essas regiões costumam envelhecer rapidamente.

O primeiro passo é a prevenção, o uso de protetor solar diário tanto no colo como no pescoço é essencial para prevenir manchas, vasos, lesões malignas e o envelhecimento, causado pela perda do colágeno local. Além de proteger, atualmente existem diversos produtos com ativos que clareiam e retardam o envelhecimento. Porém, essa pele tem menos glândulas sebáceas que a pele do rosto e, por isso, pode ser mais sensível. É essencial consultar o médico dermatologista para saber qual o melhor ativo e sua concentração ideal para seu tipo de pele.

Pessoas que já sofreram perda de colágeno e já apresentam flacidez devem procurar o dermatologista, pois existem várias opções de tratamento para flacidez, dependendo do seu grau e causa.

Começamos pelas peles mais jovens: em geral, pessoas muito claras, ou que já se expuseram muito ao sol, ou fizeram bronzeamento artificial, podem ter já ter sinais de flacidez aos 30 anos. Nesses casos, podemos usar aparelhos para estimular a produção de colágeno, melhorando muito a condição da pele. A radiofrequência é uma excelente opção. O número de sessões e a escolha da radiofrequência vai depender de muitos fatores como tipo e cor da pele, além da condição do restante do rosto. Lembrando que radiofrequência é o nome da tecnologia e hoje existem milhares disponíveis no mercado, desde as mais poderosas que “resolvem” o problema, às mais leves que não fazem muito efeito.

Já para peles mais maduras, a combinação do laser de Neodimio com o de Erbium em tecnologia robótica, é uma excelente opção para estímulo de colágeno e melhora de flacidez, sem downtime (tempo de recuperação). Em casos de muita flacidez e linhas , podemos combinar as duas tecnologias e associar a outros procedimentos , como a toxina botulínica (paralisa a musculatura que “puxa para baixo” e diminui as linhas do pescoço, além de definir o contorno), ou sustentação na mandíbula e Malar (MD codes), pois uma das causas do envelhecimento do pescoço , além da perda de colágeno e da gravidade, é a queda da região malar, que “pesa” em cima dos músculos do terço inferior, os estimulando a ficar mais fortes, e consequentemente “puxando ” tudo para baixo. A quantidade de procedimentos, escolha dos mais adequados e número de sessões dependem da avaliação feita pelo médico dermatologista durante a consulta médica.

Espero que tenham gostado, próxima coluna falaremos sobre o rejuvenescimento do colo.

Beijos e até a próxima coluna, Clarissa Rittes.

Para mais informações: Tel:. (11) 3045-4167 | IG: @clarissarittes

 

,

Cuidados Com a Pele do Pescoço, Colo e Mãos


06 • 04 • 2017
por Clarissa Rittes

Olá meninas!!!

Hoje falarei sobre mais alguns cuidados com a pele e tratamentos favoráveis para realização durante o inverno. Mais especificamente, abordarei três partes do corpo que geralmente demoramos para notar e nos preocupar: pescoço, colo e mãos. Lembrem que essas regiões também envelhecem, pois além de perderem colágeno, são geralmente bem expostas ao sol e raramente nos atentamos a elas.

Como sabemos, a exposição solar crônica (aquele sol que tomamos na cidade, na rua, no trabalho) é uma das principais causas do envelhecimento da pele e, além de causar um fotodano (dano causado pelo excesso de luz), a longo prazo, pode gerar câncer de pele.

Isso acontece porque os níveis de radiação UVA estão presentes o ano todo, e quando estamos na rotina da cidade, trabalhando, andando na rua, vivendo o dia a dia, muitas vezes, esquecemos do protetor nas áreas que não a do rosto. Infelizmente a radiação UVA faz fotodano na pele, sem deixar um aspecto queimado e só percebemos esse dano depois de alguns anos. Ou seja, o sol que tomamos hoje, em geral leva 10 anos para aparecer nas áreas expostas em forma de manchas, vasos, flacidez e perda de colágeno e, algumas vezes, lesões ásperas que são pré cancerígenas ou câncer de pele (que pode se apresentar em forma de ferida, úlcera, nódulo, ou pinta. Por isso, aconselho além de consultar o Dermato uma vez ao ano para exame de rotina, devemos tomar algumas medidas para prevenir esse fotodano, fazendo o uso, principalmente, do protetor solar diário nas mãos, pescoço , rosto e colo.

A radiação UVA ” fura” nuvens, e está presente em todos os meses do ano, e também nos dias nublados e chuvosos. Além do protetor, para quem já tem fotodano, temos muitas opções para tratar essas áreas.

Nesta coluna focarei no rejuvenescimento das mãos e, na próxima, abordarei o tema ‘pescoço’ e ‘colo’ mais profundamente. Nas mãos, além das manchas e flacidez da pele, muitas vezes, temos perda de volume. Por isso, o Dermato deve sempre avaliar para saber a melhor indicação:

– Para a flacidez, podemos optar entre laser e radiofrequência e, dependendo do caso, podemos associar as duas tecnologias.

– Para manchas e vasos, a luz pulsada é uma excelente opção, pois além de tratar as manchas, estimula o colágeno atuando na flacidez.

– Para os casos de falta de volume, optamos pelo preenchimento, que devolve o volume e aspecto jovem às mãos. Os procedimentos a laser e luz pulsará para mãos e em geral demoram de uma semana a 15 dias para cicatrizar e não podem ser feitos em peles queimadas, bronzeadas do sol ou antes de ir para praia. Por esta razão, por isso o inverno é o momento ideal para eles.

O pós deve ter muita proteção solar, e todos os procedimentos acima devem ser feitos por médicos especialistas, para evitar complicações. Laser, luz pulsada, radiofrequência, são todos tecnologias, porém existem muitas máquinas no mercado, de diversas marcas, e nem todas são eficientes e trazem resultados. Além disso, os mesmos dependem do profissional que está operando o tratamento uma vez que a energia escolhida é realizada por quem aplica a tecnologia. Desta forma, na hora de cuidar da pele, procurem um médico dermatologista capacitado.

Beijos e até a próxima coluna, Clarissa Rittes.

Para mais informações: Tel:. (11) 3045-4167 | IG: @clarissarittes