Treinamento Funcional: O que é e quais seus benefícios?


03 • 10 • 2016
por Equipe Pink Fit

Olá pessoal, tudo bem?

O texto de hoje é da Professora Aline Reis sobre treinamento funcional, espero que gostem!

Nos dias de hoje, fala-se muito sobre o treinamento funcional, pois sua forma dinâmica e divertida de ser, tem chamado muito a atenção das pessoas. É importante saber o real benefício desse tipo de treinamento, para aplicá-lo de forma segura e benéfica.

O treinamento funcional tem como principal objetivo resgatar os movimentos básicos e fundamentais do ser humano, como: agachar, avançar, puxar, empurrar, levantar, arremessar e girar. Além disso, busca trabalhar também as capacidades físicas do individuo, como: equilíbrio, força, flexibilidade, resistência, coordenação, velocidade e potência (sempre de forma integrada, e não isolada como ocorre na musculação). E, finalmente, preparando o seu corpo para lidar com situações do dia-a-dia, como por exemplo, abaixar para amarrar um sapato.

1871_2_20150506094500

Sobre os exercícios funcionais, (MONTEIRO; EVANGELISTA, APUD PRANDI 2011, p.8) diz que referem-se a movimentos que mobilizam mais de um segmento corporal ao mesmo tempo, e que envolvem diferentes ações musculares: excêntrica (amortece, desacelera ou freia o movimento), concêntrica (acelera o movimento) e isométrica (normalmente usada para manutenção da postura e, funcionalmente, estabiliza articulações). As atividades funcionais ocorrem nos três planos anatômicos. Apesar dos movimentos parecerem predominantes em um plano específico, os outros dois planos precisam ser estabilizados dinamicamente para permitir uma boa eficiência neuromuscular. Ou seja, para que o treino seja eficiente, deve-se trabalhar a cadeia cinética funcional dos movimentos para a melhora dos componentes necessários para o desempenho na função desejada, ressaltando que a ideia não é trabalhar um grupo muscular especifico, de forma isolada, e sim padrões de movimentos que visam a integridade muscular.

movimentos-para-o-corpo

Segundo (GELATTI, 2009), todo movimento realizado nesse treinamento se origina do que é chamado de core, ou núcleo corporal, e consiste em recrutar os músculos abdominais, lombares e glúteos, trabalhando assim a propriocepção (também chamada cinestesia, é a capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo, sua posição e orientação, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação às demais). Sendo assim, esses músculos precisam estar sempre organizados em nosso corpo para a fluência de qualquer movimento, pois são músculos estabilizadores, na qual protegem nosso corpo de possíveis lesões. O trabalho de propriocepção causa a instabilidade do núcleo do corpo, gerando um maior recrutamento de fibras musculares.

Portanto, podemos concluir que o treinamento funcional, é uma das técnicas mais eficientes para a melhora do corpo como um todo. Esse tipo de treinamento nos ensina a ter a percepção de como o nosso corpo funciona, tornando-o mais eficiente e inteligente, seja para a melhora da performance de um treino, mas como também para lidar com situações do dia-dia, levando uma vida com qualidade e saúde.

Treinamento-Funcional-AprovaTAF-4

(Fotos: Divulgação)

A equipe Pink Fit é especializada em treinamento funcional e circuito para mulheres.

Venha conhecer nosso trabalho.

Site: www.pinkfit.com.br | E-mail: contato@pinkfit.com.br | Telefone: 11-98274-3222

Obrigada, beijos.

Atividade Física na gestação


19 • 09 • 2016
por Equipe Pink Fit

Durante a gestação, acontece uma série de mudanças no corpo da mãe que são essenciais para o desenvolvimento do bebê. Entretanto, se não forem tomadas as devidas precauções, podem ocorrer sérios problemas de saúde para ambos. Os efeitos colaterais decorrentes destas mudanças podem ser evitados ou minimizados com a prática regular e orientada de atividade física.

001

Os benefícios são tantos que atualmente a recomendação para prática de atividade física são para todas as etapas da gestação. Há diminuição de lombalgias e das dores nas mãos e nos pés, redução do estresse cardiovascular, melhora da postura, prevenção de diabetes gestacional e da ansiedade, fortalecimento da região abdominal e pélvica, melhora da autoestima, controle da respiração e da retenção hídrica, maior disposição, melhora nos enjoos, diminuição de partos prematuros e de cesárias e, claro, a manutenção e/ou ajuste da composição corporal, que é o principal. Afinal, onde ficará esse excesso de energia que você ingeriu por dois?

002

Estudos indicam que mulheres que fazem atividade física durante a gestação, possuem menos ganho de peso corporal, sem diferenças que influenciam no peso do bebê e, maiores chances de realizarem parto normal e menos chances de natimorto.

Quais os riscos de praticar atividades físicas na gestação? Dependem muito do seu nível de atividade física. É preciso ter autorização de seu médico para iniciar a prática e o acompanhamento de um educador físico capacitado é essencial. As atividades recomendadas são de preferência entre intensidades leve à moderada, controladas principalmente pela frequência cardíaca máxima até 65℅, com duração máxima de 60 minutos, sempre lembrando de manter a hidratação adequada durante do treino e fazer uma nutrição leve até 30 minutos antes.

São indicados exercícios cardiorrespiratórios 3 vezes na semana, por no mínimo 30 min, com a frequência cardíaca máxima. Treino de resistência/força e de flexibilidade, porém, não atingindo a amplitude máxima, pois naturalmente durante essa fase há a presença do hormônio relaxina responsável por garantir um maior espaço para o bebê. E, por fim, deve-se focar em fortalecimento do assoalho pélvico (já pensando no parto normal e na prevenção de incontinência urinária), controle da respiração (para diminuir a ansiedade, ajudar no trabalho de parto), melhora da postura através de exercícios de força (pois a tendência das gestantes é ficar em hiperlordose e cifose torácica que podem causar dores em musculaturas que estão em hiperatividade e tensas).

Os exercícios devem ser seguros para a gestante realizá-los, pois o seu centro de gravidade está alterado, então, evite exercícios em locais instáveis e/ou altos que desafiam o equilíbrio. Abdominal pode? Pode sim, há diversas formas de se ativar a musculatura abdominal sem sobrecarregar outras partes do corpo (prevenindo ou até mesmo minimizando a diástase, nome dado para o afastamento dos músculos retoabdominais).

003

Mudanças de posicionamento constantes são sempre ótimos porque a gestante não deve ficar muito tempo deitada de barriga para cima por conta da pressão causada pela veia cava, não realizar exercícios de barriga para baixo, não ficar muito tempo sentado por causa do retorno venoso ou em pé, ou seja, não é simplesmente movimentar-se. É preciso um acompanhamento de perto por um profissional qualificado. Nós da Pink Fit Training estamos preparados para te ajudar nessa fase tão especial da sua vida, cuidando do seu bem-estar e do seu bebê, durante e depois o parto.

*Texto escrito por nossa professora Taynã Santos.

Contato @pinkfittraining | www.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br | Tel.: (11) 98274-3422

,

Os benefícios da atividade física para mulheres


05 • 09 • 2016
por Equipe Pink Fit

Oi meninas,

Por muito tempo, pensava-se em exercício físico, exclusivamente, como uma questão estética. E sem dúvida é! Mas é também uma questão de bem estar, qualidade de vida e saúde.

29-set-correr

Veja alguns dos benefícios:

  • Redução da gordura visceral e subcutânea: Além de reduzir a pressão arterial (sistólica e diastólica), melhora os níveis de concentração do colesterol HDL (conhecido como “o bom colesterol”) e diminui os níveis de triglicérides e o colesterol LDL (“o colesterol ruim”).
  • Redução da retenção hídrica: Essa vilã nos causa inchaços e colabora para o aumento da pressão arterial.
  • Redução dos riscos das doenças degenerativas, principalmente circulatórias, mas também do câncer: De acordo com um artigo divulgado pela “Eu Atleta Saúde” (globoesporte.com), a atividade física reduziu em 51% tal ocorrência, sendo maior a redução em mulheres do que em homens (33 x 22%).
  • Manutenção da estrutura óssea e prevenção da osteoporose: Nas pessoas sedentárias, o organismo reduz consideravelmente a produção de massa óssea. Entre as doenças ósseas degenerativas, a que mais traz preocupações é a osteoporose, uma doença que leva a degeneração de massa óssea, tornando os ossos mais suscetíveis às fraturas. Atinge principalmente as mulheres brancas, com idade acima de 45 anos, sendo mais comum após a menopausa. É neste período que há uma queda na produção dos hormônios feminino (estrogênio) responsável pela produção de cálcio nos ossos. No entanto, homens acima dos 60 anos e jovens também são sensíveis a ela.
  • Redução dos sintomas da TPM: A TPM é uma combinação de sintomas físicos, psicológicos e emocionais sentidos durante cerca de uma semana antes da menstruação. Enquanto algumas mulheres são dificilmente afetadas, outras sentem vários sintomas, incluindo: cólicas, sensibilidade nos seios, dores de cabeça, dores nas costas, inchaço, problemas na pele, sono interrompido, irritabilidade, crises de raiva, depressão leve, vontade de comer, fome em excesso. Sem a TPM, as alunas vivem melhor e os relacionamentos agradecem!!!
  • Aumenta o bom humor e disposição: Ao final da aula, depois de liberar SEROTONINA (hormônio do bem estar liberado na atividade física), as alunas apresentam melhor humor e disposição, além de sentir satisfação por ter cuidado da sua forma física.
  • Melhora a qualidade do sono: O sono é imprescindível para o bom funcionamento hormonal, emocional e físico. Quando dormimos bem, aumentamos a produtividade, a concentração, a disposição e o humor.
  • Socialização, aumento da auto-estima e diversão: A variedade das atividades físicas, tanto em ambiente quanto em modalidade, pode proporcionar muita diversão e socialização.

Não é à toa que a sabedoria popular diz que saúde não tem preço, não é mesmo?!? São recomendados 150 minutos mínimos, ou seja, 2,5 horas de exercício físico semanais.

Programe-se! E conte com um profissional de Educação Física para te ajudar.

Beijos, Michelle

Contato @pinkfittrainingwww.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br | Tel.: (11) 98274-3422

página 4 de 4