,

Pais de primeira viagem


20 • 07 • 2015
por Janaína Leão

Olá meninas!

Hoje vamos conversar sobre uma das maiores mudanças que ocorrem na nossa vida.

Pais de primeira viagem: Estamos grávidos, e agora?

Screen-Shot-2014-10-20-at-1.30.46-PM

(Foto: Fernanda Bozza)

Como será minha gestação? Terei alguma intercorrência? Será que o bebê nascerá com algum problema de saúde? Como ficará a relação conjugal? Darei conta de ser mãe ou pai? O que preciso fazer para cumprir meu papel de forma adequada?

Naturalmente, “estar grávidos” gera dúvidas, medos e inseguranças.  A mudança, por mais positiva que seja, vem acompanhada de ansiedade e de intensidade emocional. Logo, oscilar entre sentir-se abençoado ou estressado faz parte do momento. Afinal, gerar um vida requer cuidado, responsabilidade e amor.

Pela minha experiência clínica, percebo que muitas mulheres se cobram pela gravidez perfeita. Geralmente, ocorrem frustrações, pois é natural acontecer algo “fora” do planejado. Já os homens, relatam o medo de perder a atenção,  de serem deixados de lado e sentem uma responsabilidade extra por dar conta das atribuições que envolvem um bebê. Também há casos em que a mulher grávida evita compartilhar e incluir o parceiro nesse momento. Porém, ao bebê nascer,  a parceira solicita ajuda e o mesmo não se sente preparado para agir ou se recusa por ter se sentido rejeitado durante a gravidez. Logo, surgem os conflitos.

Com frequência converso com meus pacientes, os quais chamo de “pais grávidos”, explicando que ambos passam pela etapa da gestação com suas diferenças, e estas devem ser respeitadas. É um novo ciclo familiar, recheado de descobertas  e o ideal é que ambos estejam conectados e dispostos a enfrentarem as dificuldades desse novo momento. Aliás, esta passagem é tão importante quanto a decisão de engravidar.

O Ser “boa” mãe ou “bom” pai, será consequência do que você acredita, do seu autodesenvolvimento, da  relação conjugal estabelecida e da referência materna e paterna da família de origem de cada parceiro.

Especialistas afirmam que a maior e mais profunda mudança pessoal e familiar ocorre com a chegada de bebê. Já na primeira vez, os sentimentos e dúvidas ficam mais aflorados.  Afinal, neste momento mágico, o filho torna-se pai, a filha torna-se mãe, os pais tornam-se avós e todo relacionamento familiar passa pela transformação, a espera de um novo membro.

Entre o casal, não subestime a capacidade do seu/sua parceiro(a) e nem o rotule. Desenvolva  a confiança e a comunicação para com ele(a). Apoie ao invés de criticar. Negocie “quem faz o quê”. Evite assumir todos os compromissos. Não fique obcecada(o) por sempre  querer “agir da maneira correta”.  Erros ocorrerão e é uma forma de ensinar aos filhos que a frustração faz parte da vida. Construam a educação conjuntamente, baseada nos valores de vida. Dar amor é tão importante quanto dar limites.  Lembre-se: aprendemos com o exemplo.

Atenção mamães: incentive e dê espaço para o papai exercer suas funções. Cada um tem um jeito, uma forma de pegar, de colocar a roupa e etc. Atenção papais: busque se aproximar, oferecer ajuda, se inclua nesse processo, aprenda e ensine.

Enfim, neste momento cheio de (re)descobertas em que dois tornam-se três ou mais, exercite a tolerância, pois ninguém é perfeito. Construa vínculos com amor e entre nessa linda trajetória do ser mãe e pai.  Lembre-se, quando nasce um bebê, “nasce” uma mãe e um pai, ambos no mesmo barco aprendendo a navegar em um mar, antes de sonhos, que agora é real.

Espero que tenham gostado. Dúvidas? Entre em contato. Até a próxima! Estamos juntos!

Janaína Leão (CRP 06/116747): Psicóloga e Coach com expertise em desenvolvimento de pessoas. Especialista em Psicoterapia Clínica (individual, casal e família) e Gestão de Pessoas. Formação em Life e Executive Coaching  em instituição reconhecida pelo ICF. Atua como Psicóloga Clínica desde o início da carreira e também já atuou como Consultora Organizacional em empresas multinacionais, médio e pequeno porte e terceiro setor. Possui experiência em desenvolvimento pessoal e profissional, área clínica, planejamento de carreira, life e executive coaching, psicopatologias, recursos humanos e empreendedorismo.

Site: www.janainaleao.com.br

Instagram: @psicologa_coach

Email: janaina@janainaleao.com.br

Comente