,

Minha Wishlist da Theodora Home


10 • 11 • 2017
por Maria Rudge

Oi Meninas, como vocês estão?

Enquanto não chegam todas as novidades que estou preparando para minha coleção de presentes de Natal Theodora Home, quis fazer essa Wishlist de algumas peças para organizar a casa.

Já que estou sempre organizando a minha, dessa vez coloquei esses itens de couro que amei.

Como vocês já perceberam, eu gosto de tudo mais neutro e essas caixinhas foram essenciais pra minha decoração.

Sem contar os portas-retratos que eu utilizo muito, já que sempre tenho fotos novas dos meus filhos.

Separei algumas fotos para vocês terem uma ideia:

Além disso, tenho um preview da minha coleção de Natal com a Theodora Home.

Gostei tanto que já coloquei no meu lavabo as toalhas.

Ficou demais, né?
Ansiosa para mostrar tudo.

Beijos e bom final de semana,

Maria.

,

Treino Novo e Intenso | Até a falha


09 • 11 • 2017
por Gisela Saback

Meninas, tudo bem?

Hoje queria contar um pouco sobre meu novo treino de musculação. Quando posto os meus vídeos, muitas de vocês comentam sobre quantidade de carga e número de repetições do meu treino. Também há aquelas que morrem de medo da musculação, focando apenas no aeróbio.

Após começar a treinar com o Cássio Fidlay, meu personal, aprendi algumas coisinhas importantes: Primeiramente, a musculação não vai me deixar grande, forte demais e com aspecto de “bombada”. Outra, é que o músculo não sabe contar, portanto, muitas vezes ficamos presos ao número de séries e repetição estipuladas e acabamos limitando o nosso potencial.

Segundo o Cássio, o treino escolhido para a minha periodização deste mês, foi um treino mais intenso, porém sem um número exato de repetições, mas com uma média para que eu chegue em uma fadiga muscular exaustiva.

“A fadiga, nada mais é, que um esforço extremo e repetitivo do músculo. Como a Gi é muito forte, apesar do seu corpo ser slim, um treino com regras de repetições, neste momento, poderia barrar um ganho de massa muscular considerável, pelo simples fato de ela aguentar mais e ter que parar porque já deu o número estipulado”, enfatiza ele.

Como sempre falo, é muito importante o acompanhamento de um profissional qualificado da área. Como o Cássio mesmo disse, este treino tem um tempo determinado. O corpo se adapta a tudo, por isso é mais do que obrigatório uma periodização exata de treinos para conseguir evoluir.

Sozinha eu jamais conseguiria executar esse treino. Confio muito no Cássio e sei que preciso de estímulos como esse para potencializar meus resultados. Apesar de ser um treino muito cansativo, tenho gostado bastante dos resultados, e está apenas começando!!

Beijocas

Gi Saback

@giselasaback

,

Novidades do 12º Meeting Anual de Médicos | Laser e Terapias Estéticas de Pele


08 • 11 • 2017
por Clarissa Rittes

Olá meninas!

Como prometido, hoje falarei sobre as novidades que trouxe de Harvard, em Boston. Semana passada aconteceu o 12º encontro anual de médicos, promovido pela Harvard Medical School e o Genetal Hospital Of Massachussets. O tema do curso era “Laser and Aesthetic Skin Therapy: Whats the truth? | Laser e terapias estéticas de pele: Qual a verdade?” Dentro deste contexto, os assuntos abordados foram: tratamento de doenças dermatológicas, tratamentos à laser, novas tecnologias, energy based devices, preenchedores, toxina botulínica e, algumas tecnologias da medicina estética.

O diferencial desse encontro só para médicos, é o fato de não existir patrocínio e nem influência da indústria farmacêutica. Os médicos apresentam o que há de evidência científica, sem conflitos de interesses. E, os palestrantes, professores experts dos EUA, Canadá entre outros países. O gênio Dr. Richard  Rox Anderson, professor de ciências da saúde e tecnologia no MIT, preside o curso. Faz toda a programação e dá aulas maravilhosas com conteúdo de física, medicina e filosofia. Dr. Rox já desenvolveu varias tecnologias como o tratamento de cicatrizes à laser, o uso de laser para depilação, lasers atraídos pelos pigmentos de vasos e pigmentos como melanina, sem falar sobre as contribuições para medicina.

O curso foi muito enriquecedor, pois não basta saber parâmetros, seguir receitas de bolo, instruções que vem nas mais modernas tecnologias como livro de receitas. Para usar as tecnologias mais modernas e atuais com maestria e extrair delas o melhor, é necessário entender como funciona o conceito de cada tipo de laser, sua atração pelo alvo, seu comprimento de onda, tamanho do spot e o que isso influencia na entrega da energia, duração de pulso e seus efeitos. O que cada comprimento e duração de pulso faz com cada “ alvo”, a iteração energia – pele, afinidade.

Conceitos muito importantes foram esclarecidos de forma didática. Novos conceitos e novidades tecnológicas foram apresentadas. Além disso, houve discussão sobre as tecnologias atuais, quais compensam, quais não, e o por que disso. O que o futuro nos reserva, tanto na medicina, quanto na ciência como um todo.

Entre as novidades, a iteração de tecnologias em um mesma sessão (soma de lasers em ordem específica) para tratar pigmentação, vascularização, textura, rugas e flacidez ao mesmo tempo. Protocolos novos e seus parâmetros foram divididos. Doenças  como melasma, rosácea, acne, cicatrizes, foram discutidas entre médicos de todos os cantos do mundo. Profissionais super capacitados, de países árabes e indiano dividiram suas experiências em como tratar com segurança a pele morena. Médicos que tratam militares e cicatrizes pôs guerra dividiram suas experiências, resultados e parâmetros.

A formação de colágeno novo, a luz pulsada na energia e parâmetros indaquados piora o melasma, mas nos parâmetros adequados ajuda a diminuir o rebote e tratar a doença de forma mais completa. Além disso, foi mostrado como evoluímos e com a iteração de alguns lasers é possível obter resultados importantes e grande melhora em cicatrizes e estrias.

Todas essas discussões e trocas beneficiaram muito os médicos que participaram. Voltamos com um conhecimento muito mais profundo sobre a iteração de energia – pele, o que possibilitará melhor tratamento de pigmentos, vasos, cicatrizes, rejuvenescimento, tatuagens e depilação.

Também foram abordados temas como cabelo, melhores opções de tratamento, resultados, o que existe de evidência em relação ao segmento. De forma prática e resumida, foi retificado a importância do tratamento, associando laser e luz intensa pulsada para o componente vascular do melasma, da rosácea, do fotodano, além do seu benefício na textura da pele.

Em cosmecêuticos, as evidências mostram que apenas a vitamina C, em concentração e ph específico, os derivados do ácido retinoico e a nicotinamida tem efeito comprovado no retardo do envelhecimento. O resto apenas hidrata a pele, desmistificando a indústria e suas promessas anti age.

Destacou-se o laser de nanossegundos (Q -switched nd yag ) para pigmentos, nd yag 1064 para tratamento de acne,  rejuvenescimento e vasos, dye laser e  luz intensa pulsada para vasos, pigmento e produção de colágeno, CO2 e Erbium para resurfacing ablativo e não ablativo, além da radiofrequência ablativa no tratamento de rugas, radiofrequência e ultra-som no tratamento da flacidez e radiofrequência e laser como melhores opções para tratamento da gordura localizada, além do desoxicolato.

Muito se falou sobre o “drug delivery” pós microagulhamento. Em Boston, eles usam muito as “canetas” com agulhas que giram e fazem os furos com menos riscos e mais conforto. Outro tema bastante abordado foi o laser híbrido (ainda não tem no Brasil, mas esse é meu sonho de consumo 😍). O mais falado deles foi o Halo, laser que dispara ao mesmo tempo duas energias, ablativa e não ablativa, possibilitando um resultado que apenas o ablativo permite, mas sem o downtime (tempo de recuperação da pele) que o ablativo exige .

Outra novidade é um device que deve chegar em breve no Brasil. Trata-se de um aparelho que faz uma subcision perfeita, cirurgia que melhor trata a celulite.

A medicina nos próximos anos irá evoluir muito, os lasers em desenvolvimento, possivelmente, em poucos anos, possibilitarão a cura de doenças como acne, excesso de suor e até câncer . Estudos mostram uma possível forma de tratar câncer de pele , e outros tumores internos, como o de pâncreas, através de lasers específicos para esses tecidos doentes.

Voltamos muito empolgadas e encantadas com o futuro da medicina. Fiquem tranquilas que nas próximas colunas, falarei sobre cada tema de forma mais complexa e separadamente.❤️

Beijos,

Dra. Clarissa Rittes

Para mais informações: Tel:. (11) 3045-4167 | IG: @clarissarittes

página 2 de 234