,

A Menopausa E Os Exercícios Físicos


27 • 11 • 2018
por Equipe Pink Fit

Olá meninas, tudo bem?

Durante a menopausa ocorrem modificações hormonais em decorrência ao fim o período de fertilidade da mulher. É caracterizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) após período de 12 meses ou mais de amenorréia e ocorrem por volta dos 50 anos. Seus sintomas são: parada de ovulação, aumento da temperatura corporal, variação de humor, indisposição, insônia, dores de cabeça, redução da libido e diminuição de estrogênio, que é responsável pela proteção cardiovascular e reposição de cálcio.

Assim as mulheres com menopausa tem maior risco de aumento da osteoporose, pois a reabsorção óssea é maior que o depósito e maior propensão a doenças cardíacas.
O sobrepeso também é maior em mulheres com menopausas equiparadas na idade, com aquelas que não estão na menopausa. Isso significa que este fato não advém do envelhecimento, mas sim desse processo feminino natural.

Estudos comprovam que o aumento de peso ocorrem mais no período pré-menopausa e no início dela e que a tendência é o aumento de 2,5 a 5,0 kg de peso que resultam em uma modificação da estrutura corporal, muitas vezes, com padrão androide, que acumula mais gordura na região abdominal que em outras partes do corpo.

Por estes motivos, a atividade física se estabelece, neste cenário, como um dos principais tratamentos das consequências, das consequências da menopausa, principalmente na prevenção à obesidade.

 

Os exercícios físicos regulares diminuem a massa gorda e aumentam a massa magra que aceleram o metabolismo fazendo com que o ganho de peso extra não ocorra e cada vez mais melhoram sua composição corporal. Outro benefício muito importante da atividade física para mulheres pós-menopausa é o combate à osteoporose, que promove a melhora da densidade óssea por causa de exercícios de força e impacto. Sem falar na maior disposição, melhora da autoestima e que 30 min de atividade física ameniza os calores da menopausa, melhorando seu estado físico e psíquico.

Para chegar a estes resultados mais rápido e de modo seguro, tenha um acompanhamento de um profissional da atividade física que saberá como amenizar as mudanças caudadas pela menopausa.

Nós, da Pink Fit, somos especialistas em treinamento feminino e entendemos cada fase da vida e suas especialidades para que você obtenha sempre os melhores resultados.

Contem conosco!

Beijos

Equipe Pink Fit

Contato @pinkfittraining | www.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br| Tel.: (11) 98274-3422

,

Merz Expert Summit 2018 | Copenhagen


26 • 11 • 2018
por Clarissa Rittes

Olá meninas!

Esse mês vou dividir com vocês um pouco das novidades vistas há uma semana em Copenhagen. Aconteceu o Merz Expert Summit 2018, evento que reuniu 28 médicos brasileiros (eu e a Dra Patrícia Rittes fizemos parte do seleto grupo) , e centenas de outros médicos do mundo todo , para trocar experiências, assistir aulas com os melhores do mundo sobre como ter resultados melhores, dividir técnicas e falar sobre o futuro.

Foi incrível o evento mundial organizado pela empresa alemã, focada nos médicos que usam os produtos injetáveis, entre outras tecnologias da marca, que por ter um valor bem alto em comparação com parte dos concorrentes, acredita que não basta ter o melhor produto, tem que ter os melhores médicos e melhor treinamento médico, para assim poder alcançar os melhores resultados, condizentes com o alto valor de seus produtos.

Para isso, foi reunido um time de experts, os melhores do mundo, entre Dr. Arthur Swift, Dra. Tatajana Pavicic, Dr Sebastian Cotofana, Dra Dóris Day, Dra Sabrina Fabi, Dr Steven Dayan, entre outros gigantes da medicina estética mundial. Europa, Estados Unidos, Canadá, Brasil, entre outros países reunidos num palco, cada um dividindo e demonstrando ao vivo suas melhores técnicas, dicas, o que estão fazendo de novo, e nós na plateia, interagindo ativamente através de um app da empresa. mandando dúvidas e respondendo algumas perguntas da equipe aos experts participantes do evento.

Entre as maiores novidades, foi mostrado uma forma diferente e individualizada de criar tratamentos com ultrassom microfocado COM VISUALIZAÇÃO (essencial para obter os resultados desejados), novas energias e maior quantidade de linhas para tratar regiões e pacientes com muita flacidez e excesso de pele. Também vimos técnicas novas e novas diluições para uso de bioestimuladores, agora focando não apenas em produzir colágeno, mas em produzir colágeno jovem. Foram mostrados resultados incríveis para flacidez de braços, joelhos, barriga, bumbum, mãos e pescoço… sempre associando áreas e tecnologias – mais uma vez, meu sexto congresso internacional voltado para experts em medicina estética esse ano e em absolutamente TODOS, a conclusão foi associar áreas e tecnologias -, é a melhor forma de trazer os resultados de sucesso. Foi muito enfatizado que o futuro e os melhores resultados estão na associação de bioestimuladores com energia (no caso, ultrassom microfocado COM VISUALIZAÇÃO – no mercado existem muitas versões sem VISUALIZAÇÃO), porém, sem visualização não tem como obter os melhores resultados, pelo simples fato de não saber em qual camada está indo a energia associado a outras fontes de energia como laser e radiofrequência .

Agora, parece que o corpo está sendo abordado na medicina estética como a nova face, uma vez que a expectativa de vida só aumenta. Parte da população tem o desejo de envelhecer bem, tanto no rosto como no corpo, que também envelhece . No caso do corporal, foi mostrado que a perda muscular (em média 1% ao ano após os 35 anos) é a principal responsável pelo envelhecimento de áreas como joelho (quando o quadríceps “murcha”, sobra pele, que após uma certa idade já tem menos colágeno, por isso fica solta e franzida) .Foi visto também formas de diminuir o tamanho do mamilo , melhorar o formato do bumbum (criar aquele shape redondo), e como envelhecer bem, começando com o paciente jovem, que atualmente tem a possibilidade de fazer pequenas interferências que podem não só deixá-la mais bonita e atraente, como retarda muito o envelhecimento. Técnicas novas para modelação de sobrancelha junto com prevenção do envelhecimento, como o Grid 21 (forma de aplicar a toxina botulínica PURIFICADA e sem proteína, que causa muito menos resistência) e o LipLush para criar lábios lindos e naturais, foram mais uma vez apresentadas, lapidadas e exibidas no palco por diversos injetores.

Que evento incrível para fechar o ano com mais conhecimento! Voltamos muito felizes e foi bem especial poder dividir com os maiores experts do mundo suas técnicas e, principalmente, sua visão como médica e injetora. Acredito que não existe nada melhor que aprender, ver médicos diferentes e com outras visões, usando suas técnicas e depois integrar tudo isso a nossa prática, ao que já fazemos. É esse mix que cria cada vez mais beleza , que nos torna cada vez melhores. Ter a humildade para absorver tudo dos melhores, e somar com aquilo que já fazemos e já sabemos, é o que traz resultados cada vez melhores e naturais . Por isso, afirmo seguramente que estamos cada vez melhores em criar beleza, realçar o melhor da beleza individual de cada paciente . Foi mostrado também que estamos cada ano que passa sabendo e entendo melhor como o cérebro humano lê a beleza, quais as formas e proporções que reconhecemos como atraentes. Isso é a chave para resultados cada vez melhores.

Que venha 2019, que já começa com IMCAS em janeiro, o maior evento mundial de medicina estética. Tenho certeza que a cada ano nos tornaremos melhores artistas, na arte de criar beleza, e de envelhecer com graciosidade, de forma global .

Beijos e até a próxima coluna.

Dra. Clarissa Rittes

Para mais informações: Tel:. (11) 3045-4167 | IG: @clarissarittes

,

O que as crenças têm a ver com a minha vida financeira? Tudo!


26 • 11 • 2018
por Janaína Leão

Olá meninas, tudo bem com vocês?

O que as crenças têm a ver com a minha vida financeira? Tudo!

Hoje damos continuidade ao nosso último assunto trazido no texto “Você tem se preparado financeiramente para sua vida?”. Se você não o leu, sugiro que faça a leitura.

As crenças podem trazer prejuízo à nossa vida. Mas há uma boa notícia: toda crença pode e deve ser trabalhada, principalmente as ruins, que podem nos prejudicar, atrapalhar e causar muito sofrimento. Mas o que é uma crença?

É  algo que você construiu na sua mente, de que tem certeza e em que acredita piamente. É um padrão rígido e repetitivo de viver a vida. As crenças são adquiridas no nosso desenvolvimento – tudo aquilo que você viu, ouviu, sentiu e como viveu vai “desenhando” o seu padrão de entendimento. As crenças vão sendo formadas a partir de então.

Crenças limitantes são pensamentos que atrapalham sua vida. Na medida que você se propõe a entender o sentido e o significado delas,perceberá o quão fantasiosas são – sem falar que servem apenas para restringir a sua vida, seus comportamentos, suas escolhas.

As crenças positivas devem ser mantidas, pois elas nos impulsionam. As irracionais, por outro lado,devem ser desconstruídas. Como fazer isso? Dificilmente conseguiremos trabalhar as crenças irracionais sozinhos, porque é muito difícil reconhecê-las. Para lidar com elas, você precisará de ajuda profissional para entender o motivo de sua existência e desconstruir as que não forem positivas. Uma forma de fazer isso é perguntando-se quais são as evidências de que a crença é verdadeira, quantas vezes ela aconteceu. Também é possível questionar-se: Se eu contar sobre minha crença para uma pessoa, minha fala fará sentido? Meu relato servirá para meu ouvinte? Eu sou o comportamento retratado na minha crença 24h por dia, 7 dias da semana? Qual é a emoção que eu sinto quando falo sobre ela? Por qual pensamento e comportamento posso substituí-la? Uma forma de trabalhar as crenças é relativizar sobre elas, por isso é importante que você converse com outra pessoa a respeito.

Em relação a dinheiro, qual é a percepção que você tem sobre o assunto? Investir? Gastar? Não ter reserva?

Sua resposta falará da sua crença que, possivelmente, terá uma ligação com aquilo que você aprendeu ou viu na sua infância acerca do tema.

Lembre-se de que você pode aquilo que acredita que pode. Fique atento na sua fala e principalmente no que você acredita. Quando trabalhamos crenças,estamos falando de padrão de pensamento e comportamento. Falamos também de escolha e ação. Talvez você esteja agindo de uma forma – em função das suas crenças limitantes –, e gostaria de agir de outra.

Uma dica para reconhecer suas crenças é escrever a respeito delas. Atente-se para as que considerar limitantes e esforce-se para desconstruí-las. Dá trabalho, mas é possível. Não adianta focar só no comportamento – é preciso ir na “base” e descobrir por que, como e desde quando você acredita nelas.

Até a próxima.

Um beijo,

Janaína Leão: Psicóloga e Coach

@psicologa_coach   |    janaina@janainaleao.com.br     |    www.janainaleao.com.br

página 4 de 139