,

Onde está escrito? Mulheres reais!


17 • 10 • 2018
por Janaína Leão

Olá meninas,

Onde está escrito que mulher tem que ser forte, tem que aguentar dores, tem que fazer várias coisas ao mesmo tempo, tem que ganhar muito dinheiro, tem que estar impecável, magra, sarada, bem vestida, de salto, maquiada, cabelo e unhas impecáveis? Onde está escrito que a mulher tem que engravidar, tem que ter filhos e ainda tem que escolher parto normal? Ah! Na hora da amamentação, caso o leite seque, a culpa também é da mulher que não se preparou direito para essa fase.

Mulheres são incansáveis e precisam ser superlativas, seguindo o padrão que a sociedade impõe. Quem disse que uma mulher só se torna mulher se tiver tudo isso? Quando mais penso a respeito, mas reflexiva eu fico quanto àquilo que é IMPORTANTE e faz SENTIDO para mim.

Não sei você, mas eu tenho me cansado desses estigmas que ao meu ver geram sofrimento, excesso de cobrança, intolerância, competitividade e ainda adoecimento mental – depressão, transtornos de ansiedade, transtornos alimentares e etc.

 Todos os dias eu atendo mulheres que invariavelmente se comparam com alguma foto de rede social. Criam  fantasias e querem aquilo para elas, independentemente de isso ser viável ou não. Sim, hoje, nos deparamos com a fragilidade e a insegurança que ameaçam e rondam a vida de todas as pessoas. Causam adoecimento mental – ainda mais somadas a tudo aquilo que DIZEM que uma mulher tem que fazer.

TODA MULHER É MARAVILHOSA DO JEITO QUE ESCOLHE SER e não no padrão de uma sociedade que exige o infinito. Não caia nessa armadilha. Você é você, linda do jeito que é. Tem coisa mais linda que admirar a naturalidade? Você já fez isso? É fato: somos ASSIMÉTRICAS E IMPERFEITAS e isso nos torna únicas.

Sempre que atendo uma gestante, por exemplo, está explícita a cobrança por parto normal – mesmo para aquelas que já ESCOLHERAM CESÁREA. Essa cobrança é tão grande que, se o filho não nascer de parto normal, a mulher parece que será menos mãe. Também, com frequência, atendo mulheres que estão em conflito em relação a ter ou não um filho. A questão da idade para mulher que quer gerar é um fato, porém, para quem quer ser mãe, existem várias formas de alcançar o objetivo. Uma coisa é querer gerar dentro do seu corpo, outra é querer ser mãe, não importa como a criança chegue. Sim, estamos no século 21 e precisamos também conversar sobre outras maneiras de maternidade, afinal toda mulher é dona do seu corpo e TEM O DIREITO DE EXPOR SEU DESEJO de ser mãe ou não.

Você não é mais nem menos mulher se não fizer o que está instituído que uma mulher tem que fazer. Você é você, com seu corpo, sua voz, seu limite, sua aceitação e, principalmente, seu momento.

Olhe para si, do seu jeito, e aprenda a construir uma autoimagem linda e maravilhosa, até porque só você sabe das suas dores.

Ah, homens, ajudem-nos a construir uma sociedade menos padronizada, sem que as mulheres precisem ser categorizadas em bonitas ou feias, gordas ou magras, com peito pequeno ou grande… Garanto que a principal beleza feminina é a interna.

Gostou? Compartilhe! Faça a diferença na vida de uma mulher.

Um beijo,

Janaína Leão: Psicóloga e Coach

@psicologa_coach   |    janaina@janainaleao.com.br     |    www.janainaleao.com.br

Comente