,

O Que Sua Atitude Diz De Você?


17 • 04 • 2017
por Janaína Leão

Olá meninas,
Quantas pessoas cruzam seu caminho num único dia, tanto no mundo real quanto no virtual?  Você já se arrependeu pela forma como tratou alguém? E você, já se sentiu mal pela forma como foi tratado? Se suas respostas para esses questionamentos forem positivas, já demos um passo para a reflexão de hoje.

O impacto das nossas atitudes, dos nossos comportamentos e a forma como nos relacionamos dizem muito sobre nossa essência, valores e princípios de vida. Todos os contatos que estabelecemos, seja através de trocas, olhares, sorrisos, suspiros, expressão facial… geram alguma reação no outro. Você já tinha pensado sobre isso?

 Já conversamos muito por aqui sobre agir  diariamente no modo automático, apenas vamos dando “done” no nosso check-list e, desse modo, todos os participantes do processo passam despercebidos. Sabe quem são os participantes? Seu colega que está sentado ao lado; o porteiro do seu prédio; o motorista do carro ao lado parado no engarrafamento; sua mãe que ligou para perguntar como você estava; seu marido que te chamou no WhatsApp para te mandar um “oi”; a atendente da cafeteria que você costuma ir. E, por fim, você mesmo.

Viver no modo automático afeta sua qualidade de vida e a de quem você convive ao longo do seu dia. O que mais preocupa: muitas vezes, por conta de uma atitude mais rude ou então pelo fato de não dar a devida atenção, desencadeia uma reação cíclica, que afeta a vida de todos. Se você trata de maneira pouco educada uma pessoa que está tendo um dia ruim, o dia dessa pessoa certamente vai piorar. E sabe o que essa pessoa provavelmente vai fazer? Tratar outra pessoa da mesma forma rude, pois essa forma de agir foi internalizada automaticamente como resposta padrão comportamental, seja pelo fato de querer “dar o troco”, ou por, inconscientemente, responder ao exemplo negativo que teve.

Por isso, você deve repensar sobre seu padrão de educação, cordialidade  e respeito com o outro, mesmo que a sua rotina seja agitada, que você tenha pressa e que não tenha tempo para nada. A gentileza nas nossas atitudes é muito importante para a engrenagem da nossa rotina funcionar de forma saudável e gerar energias positivas. Você sendo cordial, inspira, normalmente, atitudes respeitosas e amigáveis no outro. Claro que como tudo na vida, há exceção, e é por isso mesmo que devemos saber que nem todas as pessoas reagem de maneira positiva às gentilezas, e isso diz muito sobre o histórico de vida delas.

Aprendemos pelo exemplo, certo? Dessa forma aprendemos “como fazer” e também “como não fazer”. Cuide para não contaminar e despejar as suas insatisfações na vida do outro. Buzinar no trânsito não resolverá seus problemas. Ser ríspido não minimizará suas dores. Ser agressivo não te trará resultados.

Por fim, tenha um “caderninho” para anotar comportamentos que te chamaram atenção positivamente. Desse modo você ampliará sua forma de se relacionar com o outro mesmo que não tenha aprendido no seu ambiente familiar. Independente da nossa escolha vivemos em uma sociedade e quanto mais desenvolvermos atitudes nobres, geramos vínculos e cuidado para com o outro.

Excelente reflexão!
Até a próxima, um beijo!

________

Janaína Leão: Psicóloga e Coach

@psicologa_coach  |    janaina@janainaleao.com.br     |    www.janainaleao.com.br

Comente