,

O que é vínculo?


15 • 08 • 2018
por Janaína Leão

Olá meninas, tudo bem?

Você sabia que muitos problemas psicológicos, tais como dependência afetiva, insegurança e angústia têm ligação com aquilo que você viveu, viu, ouviu e sentiu no decorrer da sua infância? A dinâmica da sua família, a forma como todos expressaram sentimentos de cuidado, controle, rigidez ou falta de limite, tudo influencia a forma como você se vincula.

Mas, o que é vínculo? 

Vínculo é ligação, laço, elo, conexão… Vincular-se é se relacionar, eternizar momentos, criar intimidade, dar espaço para o outro ser ele mesmo, independente do seu desejo. Criar vínculo não é aprisionar, ter controle ou posse. O vínculo é uma linha tênue imaginária que une pessoas, não apenas em relacionamentos amorosos. É confiança, segurança, apoio e base em qualquer relação.

O vínculo é a base para os relacionamentos evoluírem. Sabe aqueles amigos que você não vê com frequência, porém quando os encontra é como se os visse todos os dias? Às vezes você não tem nem notícias da pessoa e, quando a encontra, poucas horas são suficientes para estarem próximos, como se nunca tivesse havido qualquer separação. É disso que estamos falando.

Seus relacionamentos, sejam eles pessoais ou de trabalho, geram vínculos? Você cria um espaço acolhedor e empático?

Imagino que muitos estão pensando: afinal, como se cria vínculo? Aqui o que conta é a sua resposta, pois você precisará levar em conta tudo aquilo que aprendeu, viveu e sentiu na sua infância. Como é o seu vinculo com seus pais, irmãos, tios, primos, avós, amigos, colegas, vizinhos etc.? Se olhar para os relacionamentos de trabalho, amizade e amor dos seus pais, o que você enxerga? São pessoas que criaram intimidade com os outros? Você as vê mais fechadas? Mais amorosas? Rígidas, severas e com distanciamento? Amáveis, acolhedoras, incentivadoras? São pessoas que dão segurança ou são pessoas controladoras? Exercem autoritarismo ou autoridade?

Como se vê, são muitas as variáveis na equação, mas fazendo essa breve analise é possível compreender como você cria vínculo com o outro.

Crie relacionamentos que tenham conexão, ligação e laço. Aquilo que dá nó sufoca, espreme e está mais próximo de controle ou dependência. Nos relacionamentos em que os vínculos são saudáveis geralmente as pessoas convivem muito bem, pois o nível de confiança e segurança é equilibrado, possibilitando que o outro faça suas escolhas e não tenha medo de expressá-las.

O vínculo é aprendido e construído ao longo da vida. Se você não teve uma base familiar e emocional sólida, busque ajuda profissional, entenda sua história e desenvolva-se.  Sabe por quê? Porque vínculo é vida!

Beijos e até a próxima!

Janaína Leão: Psicóloga e Coach

@psicologa_coach   |    janaina@janainaleao.com.br     |    www.janainaleao.com.br

,

Demorou, Mas Chegou | O Frio Finalmente Bateu à Nossa Porta


13 • 08 • 2018
por Carol Rosa

Olá, gente, tudo bom?

Vou aproveitar o friozinho dos últimos dias para dar algumas dicas de cuidados com os acessórios de inverno! Convenhamos que este ano o tempo estava bem maluco e quase não tivemos muito frio. Ou seja, os acessórios ficaram guardados por um bom tempo. Então, a pergunta que fica é: da maneira certa?

As peças de inverno costumam ser mais delicadas, mas por serem usadas com menos frequência, devem durar mais. Só que pra isso as pessoas precisam fazer a parte delas: cuidar e guardar cada item da maneira adequada.

A pashmina, por exemplo… Onde está a sua agora? Pare e pense! Trata-se de uma peça extremamente delicada, que pode amassar facilmente. Por isso, a minha recomendação é pendurá-la em cabide. Dá para colocar até três em cada… Eles podem ser aqueles flocados mesmo, para que elas não escorreguem.

E seus gorros e luvas? Você sabe onde eles estão? Convenhamos: não são produtos que compramos anualmente. Por isso, a importância de termos uma atenção extra a eles. O ideal é que sejam acomodados em caixas de tecido. Para quem prefere caixa de plástico, é preciso que ela tenha algum tipo de respiro para que as peças não mofem. Se tiver gavetas suficientes e preferir guardar nelas, vale apostar nas colmeiras. Assim, as peças não bagunçam quando você abrir ou fechar a gaveta e ainda facilita na hora da higienização, já que você pode tirar uma única peça onde estão todos os itens, em vez de tirar um a um. Sugiro atenção especial às luvas de couro: é importante que elas não fiquem encostadas umas nas outras, para evitar manchas.

Agora vamos pensar em cachecol. Costuma fazer um rolinho e guardar em qualquer lugar? É bom tomar cuidado porque, se for de lã, deve-se evitar contato com botões, brilho e fechos pontiagudos. Esses produtos podem puxar fio e você acaba perdendo a peça por uma bobagem. O ideal é colocar os cachecóis em caixas, já que são volumosos e ocupam muito espaço. A não ser, claro, que você tenha gaveta de sobra… Aí dá para alocar nela. Com outras peças de lã, como malhas, por exemplo, também vale o cuidado de não deixar perto de nada que possa desfiar o produto. Se quiser colocar em caixa, para só acomodar no armário quando o frio chegar, é bom optar por aquelas que são metade de tecido e a outra metade de plástico, para preservar a peça.

Vale lembrar que todos esses itens são usados poucas vezes, a não ser por quem viaja bastante. Por isso, se não tiver muito espaço, dá para deixar tudo guardado e só colocar no armário, no lugar das peças de calor, quando o frio chegar. Como fazer essa inversão no guarda-roupa? Eu já expliquei aqui… Para quem perdeu, este é o link.

Se tiverem alguma dúvida, podem me perguntar!

Até mais!

Carol Rosa/ Personal Organizer

carol@carolrosa.com.br

11 96060 6056

www.carolrosa.com.br

,

Como recuperar um cabelo danificado? Conheça os tratamentos e seus resultados!


10 • 08 • 2018
por Renata Souza

Olá meninas! Tudo bem?

Hoje vim falar sobre os tratamentos que realizamos no SpaDeiaeRenata. Vou explicar para que servem, quais são seus benefícios e mostrar para vocês os resultados maravilhosos dos procedimentos!

Cliente: Maria Rudge Albuquerque

Para nossos fios ficarem alinhados e saudáveis precisamos ter diversos cuidados e realizar alguns processos para ficarem do jeito que sonhamos!

Vamos entender o porquê de os fios ficarem desgastados ao longo do tempo:

O que causa ressecamento dos fios?

  • Devido ao calor do secador, chapinha, babyliss, nossos cabelos começam a ficar ressecados por conta das temperaturas elevadas, desidratando os fios. E, a longo prazo, conseguimos observar o afinamento das pontas por causa de quebra. O que devemos fazer? Moderar e realizar os tratamentos indicados!
  • Quando praticamos exercícios físicos o suor no couro cabeludo também pode causar ressecamento.
  • Para quem mora em praia ou gosta de viajar, o sol, o sal do mar, o cloro da piscina, são outros fatores que causam o ressecamento dos fios, pois eles retiram as vitaminas dos cabelos.

Solução:

O processo de Velaterapia, Bordado, Defrizante, Multivitaminas e Laser resulta nos fios alinhados, sem pontas duplas e quebradiças, saudáveis e brilhantes!

Cliente:Milka

Cliente: Ana 

O que causa a oleosidade no couro cabeludo e como controla-la?

  • No outono/ inverno queremos tomar aquele banho mais quentinho, porém a temperatura mais alta da água acaba trazendo oleosidade no couro cabeludo. Então o correto é optarmos pela água mais morna.
  • Na hora de aplicar o shampoo, não aplicar direto no couro cabeludo. Minha dica é de sempre diluir em um potinho 20 ml de shampoo (1 dedinho) + 100ml de água aplicando assim normalmente.
  • Para o condicionador, colocamos equivalente a uma moeda de 1 real + 100ml de água, aplicando no cabelo da orelha para baixo.

Solução:

Além das dicas acima, quando seguidas à risca, existem os tratamentos Multivitaminas e Luz de Quartzo quem ajudam a controlar a oleosidade no couro cabeludo.

Cliente: Lais

Como estimular o crescimento dos fios?

  • Diluir sempre os produtos na hora da lavagem
  • Realizar o tratamento Multivitaminas
  • Realizar o tratamento Luz de Quartzo para desobstruir o bulbo e estimular a circulação sanguínea.
  • E essa dica você pode fazer em casa: Penteie o cabelo em todos os sentidos sempre que puder – isso ajudara a estimular o crescimento dos fios.

Cliente: Ju

Velaterapia + Bordado – Como funciona o tratamento?

A Velaterapia cauteriza as pontas duplas e o Bordado remove minuciosamente as pontas duplas, secas e danificadas, sem mexer no comprimento, no corte, ou no volume.

Cliente: Bia

Cliente: Giu Mesquita

Cliente: Isabela

Cliente: Barbara Fialho

Fios alinhados, com saúde, brilho e leveza! Tudo que desejamos e podemos ter sim! É só seguirem direitinho as dicas e tratarem os fios que os resultados são esses. Clientes felizes e satisfeitas! Eu amo ♥

Gostaram das dicas? Me conte o que acharam pelo direct @resouza, vou adorar saber um pouquinho de vocês! E se ficou alguma dúvida, podem me enviar por lá que vou responder cada uma.

Beijos, Rê Souza

Siga no Instagram:
@resouza | @spadeiaerenata

Spa Deia e Renata
(11) 3079-9333
Rua Adolfo Tabacow, 173 – Itaim Bibi
www.spadeiaerenata.com.br

página 1 de 828