,

Saiba quais as causas das olheiras e como tratá-las


23 • 02 • 2017
por Clarissa Rittes

Olá meninas,

Conforme o combinado, hoje a coluna será sobre o tema escolhido por vocês, DARK CIRCLES, ou seja, olheiras. Primeiramente, antes de tratar as olheiras é preciso diagnosticar sua causa e para isso, é essencial a consulta médica feita pelo dermatologista. Depois de diagnosticada, iniciamos os tratamentos.

Olheiras: como tratá-las

As principais causas de olheiras são:

1) sulco lacrimal profundo

2) vasos embaixo da pele

3) melanina acumulada na pele

4) flacidez

5) bolsas de gordura

Muitas vezes existe mais de uma causa, como presença de sulco profundo, vasos e flacidez, tudo junto. Neste caso, é preciso tratá-las uma de cada vez até a resolução completa do problema.

O sulco lacrimal profundo se manifesta com uma diferença de relevo embaixo dos olhos, dando um aspecto de cansaço e formando uma sombra. A melhor forma de tratamento consiste no preenchimento com ácido hialurônico. Quando injetado no plano correto, esse procedimento acaba com a diferença de relevo, tirando a “linha” profunda embaixo dos olhos, melhorando imediatamente o aspecto e acabando com a sombra. Esse método é feito em consultório e o tempo de duração depende do produto injetado (existem diversos tipos de ácidos hialurônicos, com densidades diferentes e duram entre 4 meses a 2 anos).

Em relação aos vasos, eles se manifestam com coloração rosa arroxeada ou muito roxa, escurecendo a região. Por estarem profundos, não respondem a cremes, a melhor opção é alternar luz pulsada e laser de neodímio, assim conseguimos atingir vasos pequenos e superficiais, e também grandes e profundos. Muito cuidado, essa região é muito sensível e a escolha da energia e aparelho inadequados, pode causar queimaduras e cicatrizes. Apenas dermatologistas muito treinados tem capacidade de tratar os vasos de forma segura.

Já o pigmento de melanina, que dá coloração marrom na pele, podemos associar luz pulsada, peelings e clareadores. A concentração dos ativos clareadores e peelings deve ser escolhida pelo dermato com muito cuidado pois a região também é muito sensível. A flacidez dependendo do grau deve ser tratada com laser fracionado, resurfacing ou radiofrequência. O número de sessões e melhor opção depende do grau da flacidez, idade e tom da pele. O craquelado causado pela flacidez piora muito o aspecto das olheiras, pois além de envelhecer, concentra o pigmento.

E por fim, as bolsas de gordura podem ser resolvidas com injeção de substâncias que causam a morte das células gordurosas. Essas injeções variam entre 3 a 6 sessões, uma vez ao mês, e a gordura vai sendo destruída camada por camada. Existem também aparelhos de radiofrequência que melhoram a pele, “empurrando” a bolsa para trás e agem também na gordura superficial. Além disso, as bolsas podem ser removidas cirurgicamente.

A melhor indicação para cada caso depende de alguns fatores, por isso, não existe “receita de bolo”, cada caso tem sua prescrição, por isso é essencial consultar seu dermatologista para saber qual o melhor tratamento para você. Espero que tenham gostado!

Beijos e até a próxima coluna, Clarissa Rittes.

Look do Dia


23 • 02 • 2017
por Lala Rudge

Bom dia meninas,

Quem me acompanha no Insta (@lalatrussardirudge), sabe que este mês está uma correria sem fim! Ontem tive algumas reuniões no escritório da La Rouge e depois, fui resolver os últimos detalhes da viagem, que em breve vou contar para vocês. Alguém faz ideia de onde vou? Quero ver se alguém acerta!!

Mas voltando a produção escolhida, a semana está super quente em São Paulo, então na parte da tarde, troquei apenas calça pelo shorts… Um look que parece meio óbvio, mas os detalhes pequenos fazem a diferença.

A blusa é da Fillity e tem a minha cara. É versátil, dá para usar no trabalho com uma calça social ou jeans escuro ou assim, mais casual.

O shorts já é peça chave do meu armário no verão, fica ótimo com qualquer complemento! Para dar um toque mais despojado, escolhi a bolsa de phyton da Chloe. Apesar de parecer simples, com alguns acessórios fica perfeito! Amei e vocês?

Blusa de gola Lala Rudge

Look do Dia Lala RudgeLook do dia Lala Rudge

Blusa Fillity | Shorts Atelier Miscelânea | Bolsa Chloe | Óculos Illesteva por Visionari Sunglasses

O que acharam?

Beijos, Lala.

,

Alimentação: mudança de hábito através das melhores escolhas


21 • 02 • 2017
por Gisela Saback

Oi meninas!

Agora que vocês já sabem um pouquinho mais sobre mim, vamos começar a falar de um dos assuntos mais polêmicos e gostosos (rs) dos últimos tempos?

ALIMENTAÇÃO! Quando falo de alimentação, não estou me referindo a dietas específicas ou o que vai te engordar/ emagrecer. Lembrem-se, não sou nutricionista e minha intenção aqui não é passar fórmulas secretas, adoraria, mas acreditem, não existe mágica. O que podemos fazer para iniciarmos essa nossa jornada do blog com todo o engajamento, é começarmos a fazer melhores escolhas. Às vezes parece bobagem, mas é a partir de pequenas mudanças, que grandes transformações acontecem, comigo foi assim!

Costumo dizer que eu não faço dieta, eu vivo dieta e acho que todo mundo é capaz de ser mais saudável e chegar ao peso desejado a partir do momento que começa a fazer melhores escolhas alimentares, sem neura, sem remédio, apenas com consciência, vontade, determinação e uma consequente mudança de hábito.

Alimentação: mudança de hábito através das melhores escolhas

Comer é prazer, é confraternizar, é cultura. Acredito que seja um dos rituais mais prazerosos que existem, não acham? Não podemos ser vítimas de dietas em prol de um corpo perfeito, temos apenas que saber comer, comer com cautela, comer com a alma e com o coração e não com ansiedade ou gula, sem propósito.

Vejo pessoas aprisionadas a dietas insustentáveis, sofrendo por ter que comer algo que não gosta, quando na verdade, a principal chave para um emagrecimento saudável e duradouro, começa a partir de pequenas mudanças de comportamento e hábitos, que só dependem de nós. São substituições que qualquer um pode fazer e que certamente farão toda a diferença no longo prazo. Nunca é tarde para começar, meninas!

Café da manhã saudável

Abaixo, vou listar alguns exemplos de substituições que podem ser o começo de um caminho sem volta para aqueles que desejam ter mais saúde e qualidade de vida. Vamos tentar?

  • Pão francês com manteiga ou requeijão? Porque não uma tapioca com cottage ou omelete com queijo branco? Uma opção de pão é ser 100% integral. Leiam o rótulo, o primeiro ingrediente tem que ser farinha de trigo integral e não adianta ser farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, ok?
  • O leite integral com Nescau pode ser substituído por leite desnatado ou leite vegetal (de castanha, arroz, amêndoas), porém porque não batidos com uma fruta? Nescau é puro açúcar.
  • Evite frituras. Consuma alimentos assados, cozidos ou grelhados.
  • Opte por alimentos integrais e ricos em fibras. Substitua a farinha branca por farinha integral, farinhas de arroz, de amêndoas ou de coco.
  • Aquele macarrão convencional pode ser substituído por um delicioso Spaghetti de pupunha ou abobrinha, já tentaram? Outra opção são os integrais, mas assim como o pão, atenção ao rotulo, a farinha precisa ser de trigo integral e não optem por aquelas que contenham açúcar na composição, acreditem, até o macarrão leva açúcar. Existem ainda opções de massas feitas com grão de bico ou beterraba que são super gostosas e saudáveis. Vale experimentar!
  • Substitua batata inglesa por carboidratos de baixo índice glicêmico como batata doce, abóbora, mandioquinha, mandioca, inhame (esses sim, não tem glúten, não tem conservante, não tem mimimi).
  • Trocar a carne vermelha por carnes brancas (peixe ou frango) pelo menos 3x na semana. Quando comer carne vermelha, opte por cortes magros como alcatras, filé mignon e patinho.
  • Refrigerantes já deveriam ter sido isentos da alimentação de todas faz tempo, não é meninas? Nossa saúde e as celulites agradecem!
  • Não sou a favor de sucos durante as refeições. No processo de preparo, as fibras das frutas são perdidas e para fazer 1 copo de suco é necessário mais de uma fruta, às vezes 4 de uma só vez, portanto, acho mais interessante comer a própria fruta (minha opinião). Minha sugestão para quem não consegue ficar sem bebida durante as refeições é consumir água mineral com limão espremido e gelo. Fica uma delícia!
  • Substituir sal normal por sal marinho ou sal rosa do himalaia. Eu praticamente não sinto falta do sal em minhas refeições, prefiro temperos como pimenta do reino, alecrim, manjericão, orégano, tem uma infinidade, porque não abusar deles e diminuir o sal, que contém tanto sódio?
  • Evite sobremesa durante a semana, porém quando consumir, as frutas são sempre uma ótima opção. Opte pelas de baixo índice glicêmico: Abacaxi, melão, kiwi, melancia. Para as chocólatras de plantão, um pedacinho de chocolate 70% Cacau está ótimo. Lembrem-se que tudo é uma questão de hábito. Hoje eu como o chocolate 100% Cacau, mas já achei impossível comê-lo por ser muito amargo!
  • Vocês já tentaram ficar pelo menos 1 semana sem adoçar o café para sentir o seu verdadeiro gosto? Fiz o teste há alguns meses e vicie, hoje não sinto a menor necessidade de adoça-lo. Experimentem!
  • Para as formigas de plantão, o açúcar pode ser substituído por açúcar de coco, demerara ou mascavo. Adoçante artificial eu prefiro Stevia ou Xilitol.
  • Evitem industrializados. Usem e abusem dos legumes e vegetais. Quanto mais natural o alimento, melhor. Mas cuidado com os molhos das saladas hein!? Alguns são verdadeiras bombas calóricas! Uma sugestão legal de molho é misturar limão, azeite de oliva, mostarda (sem açúcar) e um fio de mel. Castanhas trituradas e queijos magros tornam a salada mais palatável para quem ainda não tem o hábito. Porque não tentar?
  • Lanchinhos da tarde, pré e pós-treino geram grandes dúvidas, falaremos deles mais adiante, ok? A minha dica agora é sobre os lanchinhos. Combinem carboidrato e proteína ou carboidrato e gordura boa, assim não gera aumento de açúcar no sangue e consequentemente picos de insulina.

Sugestões: Iogurte com fruta, fruta com mix de castanhas, bolachinhas de arroz com cottage, mingau de aveia com claras de ovos, existem várias opções práticas, gostosas e saudáveis.  Um alerta sobre a escolha do iogurte, que eu AMO e consumo bastante: Escolham aqueles sem açúcar e que contenham o mínimo de ingredientes possíveis. Ele só precisa ter leite e fermento lácteo.

Alimentação

  • Beber MUITA água sempre! Pelo menos 2 litros por dia!! Ajudam a reduzir retenção hídrica e faz toda a diferença no intestino, pele e organismo como um todo.

Segundo a minha endócrino, que sempre me acompanha e tira todas as minhas dúvidas de alimentação, Dra. Patricia Salles, o emagrecimento é difícil porque envolve mudar hábitos, sendo que apenas 10% das pessoas conseguem essa mudança de hábitos. Não queremos fazer parte desses 90%, não é mesmo?  Comecei assim, fazendo substituições, desenvolvendo novos hábitos para o meu paladar e hoje, sou feliz comendo da forma mais simples e saudável possível.

Minha preferência é por “comida de verdade”, vulgo, sem industrializados! Frutas, verduras, tubérculos, proteínas magras. Não tem segredo. Não sou extremista e amo barrinhas, tomo Whey protein, como bolachas de arroz e adoooro todos os produtinhos saudáveis lançados no mercado, que incrementam a nossa alimentação e facilitam a vida na correria do dia a dia, mas priorizo, pelo menos nas principais refeições, me alimentar desta forma, com comida de verdade.

Alimentação saudável

Já temos consciência dos alimentos maléficos para nós, assim como sabemos que o grande segredo é ter equilíbrio sempre. Qualquer alimento em excesso engorda e faz mal. Não precisamos ser radicais para ser saudáveis, as escolhas precisam ser simples e conscientes. Leiam os rótulos, se preocupe com os ingredientes contidos nos produtos, tenham consciência dos benefícios que o alimento traz, façam pratos coloridos e com vida, que vão te dar prazer em comer. Acreditem na frase “você é o que você come” e procurem ser melhores sempre!

Beijos, Gi

página 1 de 741