Todos os artigos por Equipe Pink Fit

,

A Obesidade | Como reverter este quadro de acúmulo de gordura


20 • 09 • 2018
por Equipe Pink Fit

Olá meninas, tudo bem com vocês?

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) a obesidade é considerada um acúmulo anormal ou excesso de gordura capaz de prejudicar a saúde, devido ao resultado de balanço calórico positivo a longo prazo, atingindo mais de 30% da população mundial. É considerado um dos principais fatores de risco para mortalidade e agravos de doenças não transmissíveis como as cardiovasculares, síndrome metabólica, hiperlipidemia, diabetes tipo 2, hipotireoidismo e pressão arterial.

Sua classificação é mais realizada por IMC (Índice de Massa Corpórea), sendo que o resultado para sobrepeso deve ser maior ou igual a 25 kg/m2 e, para obesidade, maior ou igual a 30 kg/m2.. Outra forma de classificação muito utilizada no meio clínico é a circunferência abdominal e quando a medida ultrapassa 88 cm para mulheres e 102 cm para os homens, significa risco aumentado para a saúde devido a maior presença de gordura visceral.

A gordura visceral é a grande vilã para nossa saúde, pois é mais sensível a ações de catecolaminas e de beta-agonistas que são resistentes à insulina, entrega gordura diretamente ao fígado pela veia porta (lesões no fígado que altera lipidemia) e secreta mais adipocinas ligadas as respostas inflamatórias.

O combate à obesidade vem da prática da atividade física aliada a uma reeducação alimentar. Essa mudança de estilo de vida é muito importante para o emagrecimento, porque nosso corpo gasta 70% do que consumimos para se manter funcionando e esse processo é chamado de taxa metabólica de repouso (TMR), o restante fica a cargo de: 10% pelo efeito térmico do alimento e os 20% restantes são gastos pela atividade física intencional.

E por este motivo, o profissional de educação física é tão importante no processo de emagrecimento, pois além prescrever e orientar seu treino de acordo com seus objetivos, o mesmo faz uma periodização e constantes mudanças para evitar a homeostase e até mesmo a diminuição da TMR que ocorre na maioria dos casos onde somente a dieta é utilizada como estratégia para o emagrecimento.

Este resultado vem de estudos que comprovam que a restrição caloria excessiva nos faz perder músculo também. Por este motivo, é essencial promover um ganho de massa magra através do exercício de força.

Para que seu corpo se recupere do treino, ele utiliza diversos substratos energéticos incluindo a lipólise que é a quebra das reservas de gordura como fonte de energia para compor a restauração músculo esquelética. Tudo isso, para se restaurar das micro lesões que resultam em hipertrofia muscular e para cada um quilo ganho de massa magra, nosso o corpo gasta pelo menos mais 21 kcal no repouso!

Outra estratégia utilizada para acelerar seu metabolismo é trabalhar com exercícios intensos que causam um déficit de oxigênio (EPOC) que nosso corpo demora mais 48 horas para se restabelecer e também gasta mais de calorias para se reajustar.

Nós, da Pink Fit Training, somos especialistas em emagrecimento saudável para mulheres. E sempre buscamos o seu melhor através de treinos dinâmicos e intensos dentro dos padrões biomecânicos corretos, para que você obtenha os melhores resultado!

Contem conosco!

Beijos

Equipe Pink Fit

Contato @pinkfittraining | www.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br| Tel.: (11) 98274-3422

,

Como perder gordura localizada na região da barriga


27 • 08 • 2018
por Equipe Pink Fit

Olá meninas, tudo bem?

Devemos pensar que para perder barriga será necessário muito empenho e disciplina, pois nosso corpo demora um tempo para acumular gordura abdominal e que também o resultado não virá do dia para a noite. O segredo para uma barriga perfeita, mais uma vez é, fazer exercício físico regular e em paralelo uma educação alimentar.

O nosso corpo não entende que ao fazer um exercício físico para aquela região específica, signifique que você estará perdendo gordura para aquele local. Por isso, tenham cuidado, pois os abdominais em excesso podem machucar sua coluna, feito de maneira errada podem causar hérnia de disco, piora na diástase e compensações desnecessárias principalmente na região cervical.

Procure orientação de um profissional da atividade física para identificar os melhores exercícios para fortalecimento da região abdominal, conhecida como “Core”. Esta região deve ser sempre estimulado através de exercícios estabilizadores que além de fortalecer seu abdômen, melhoram sua postura.

Ter uma postura adequada é muito importante para se ter um abdômen perfeito. Além de concentrar nossa força no abdômen para não sobrecarregar outras regiões desnecessariamente, causando dores e possíveis lesões. Pessoas com melhores ativações musculares da região do Core, realizam de modo muito mais efetivo exercícios combinados com membros superiores e inferiores. E, são justamente estes exercícios que trazem um maior gasto calórico e diminuem as reservas de gordura da região do abdômen. Por serem mais completos, fazem com que você perca mais calorias, tirando o estoque de gordura do seu corpo. Assim você emagrecerá como um todo e, consequentemente, terá um abdômen menor, tanto por reduzir gordura subcutânea, como a gordura visceral, que é a grande vilã para sua saúde.

A Pink Fit Training está aqui para te ajudar a conquistar a barriga sarada que você tanto sonhou com segurança e dentro de todos parâmetros biomecânicos para exercícios mais eficientes com alto gasto calórico.

Nossa equipe @pinkfittraining está pronta para te ajudar a deixar seu corpo como você gosta.

Contem conosco!

Beijos

Equipe Pink Fit

Contato @pinkfittraining | www.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br| Tel.: (11) 98274-3422

,

Dor Muscular de Início Tardio 


06 • 08 • 2018
por Equipe Pink Fit

Olá meninas, tudo bem?

Hoje abordaremos a dor muscular de início tardio (DMIT). Ela pode ocorrer quando realizamos exercícios físicos após longos períodos de inatividade física, quando exercitamos um novo grupo muscular que ainda não foi estimulado no programa de treinamento ou até mesmo quando iniciamos um treino novo com diferentes estímulos.

É caracterizada como uma sensação de desconforto na musculatura esquelética que danificam estruturas musculares e, geralmente, duram de 24 a 72 horas após o esforço realizado. Por conta das substâncias vasodilatadora de adesão e migração os leucócitos do sangue são levados para o local danificado, caracterizando um quadro de inflação. Resultado da ação de macrófago que libera prostaglandinas, histaminas, citocinas e potássio. Essa dor depende de vários fatores, incluindo a intensidade em que o exercício é realizado, tipo de exercício, tempo de pausa, volume, entre outros. A nossa tolerância a dor, vivência e resistência a fadiga, também influenciam na percepção da DMIT. Com o passar do tempo, seu corpo estará mais forte para aquela carga anterior e a dor diminuirá significativamente.

  • Mas se eu não sentir dor, o treino não foi bom?
    Treinar sempre buscando essa sensação de DMIT, não é uma das melhores estratégias para ganho de massa muscular como muitos pensam. Pois não há uma relação muito definida entre sensação de dor e nível de lesão muscular por ser muito subjetivo..Existem outras formas mais eficientes para medir a progressão/ evolução no treino de força como intensidade, carga e volume de treino, percepção subjetiva de esforço, frequência cardíaca.
  • Posso treinar mesmo com dor muscular?
    Depende da intensidade da dor, da influência no nível de força e amplitude de movimento. Caso uma dessas variáveis estejam comprometidas, melhor seria dar um tempo de pausa maior.
  • Como posso diminuir a dor muscular?
    O ideal é não tomar remédios analgésicos, pois comprometem a sua percepção de dor, que disfarçada, pode te enganar e fazer você forçar demais aquela musculatura, causando mais lesões futuras. Utilize estratégias de massagens e compressas quentes ao invés de remédios, quando a dor estiver tolerável.
  • Então a frase “No pain, no game” está errada?
    Pode se dizer que sim. Por exemplo, quando sedentários iniciam um programa de treinamento, eles sentem muitas dores musculares no início do treinamento, porém o maior ganho é na adaptação neural sem mudança na hipertrofia.

Lembre-se. dor muscular é diferente de dor articular.A dor muscular é tardia, nada de sentir dores constantes durante todo o treino, pois este é um sinal de que há algo errado. Como discutimos, não é bom buscar sentir dor a todo momento para avaliar se o treino foi efetivo ou não.

Existem outras formas de analisar sua performance e, por isso, a importância de um profissional qualificado para acompanhar seu progresso com os parâmetros certos para avaliar e prescrever um treino que atenda às suas necessidades e atinja seu objetivo o mais rápido possível.

Nós, da Pink Fit queremos que você ultrapasse seus limites, porém sempre respeitando o seu corpo.

Contem conosco!

Beijos

Equipe Pink Fit

Contato @pinkfittraining | www.pinkfit.com.br | contato@pinkfit.com.br| Tel.: (11) 98274-3422

página 3 de 21