Todos os artigos por Janaína Leão

Ah! O amor… (daqui até a reciprocidade)


18 • 01 • 2016
por Janaína Leão

Tem coisa melhor do que sentir o amor?
O amor preenche, transborda, protege, cuida, orienta e encaixa as pessoas como são. Reúne tolerância, resistência, perdão, coragem e dedicação.
Para cada pessoa, a palavra amar possui definição e intensidade. Não há um conceito único sobre a mesma, porém a um consenso de que amar é um sentimento genuíno, nobre e faz com que as pessoas se transformem. Amor, amar, amando… até a “nossa” eternidade.
solidão-amor-proprioTer amor próprio é o primeiro passo para amar e sentir o amor do outro. Amor próprio, tem a ver com o seu nível de autoconhecimento. Isso significa, reconhecer seus pontos fortes e os pontos para desenvolver, ter claro o que tolera ou não, defender seus interesses e buscar realizar seus objetivos. Amor próprio, está além do saber, e sim, sentir o que faz sentido na sua vida e não se basear em padrões impostos pela sociedade.
Buscar autoconhecimento é uma forma de aumentar o sistema imunológico do cérebro, ou seja, é potencializar a autoestima. É garantir segurança na tomada de decisão, é ousar, arriscar, ter objetivos e buscar atingi-los e é ter conhecimento de onde quer chegar. Cuidar da autoestima é desenvolver e evoluir o amor próprio e preparar o amor para o outro. Como amar o outro se eu não me amo? Se eu não me cuido?
Será que o amor dói? Ou o que dói é a expectativa que criamos a respeito da pessoa que amamos? Para amar é necessário entender que o outro não é perfeito e que não tem a função de servir. O amor é uma construção pautado por infinitos recomeços. Afinal, é inevitável a frustração com o outro.
inno-allamore-copertinaPara amar, se faz necessário querer amar. É preciso estar aberto para receber o amor que o outro tem e não o que gostaria de receber. Volto a dizer, amar transcende padrões. Cada pessoa ama e manifesta o sentimento de uma forma. Não caia na armadilha de “comprar” as formas de amar, esteja disposto a receber o que o outro tem para oferecer e, assim, juntos construirão a forma de amar do casal. Amor é um sentimento único, assim como toda pessoa.
Amar vai muito além do romantismo e erotismo, exige dedicação, cuidado, compromisso diário e investimento. Amar é ceder e não competir. É saber ouvir e respeitar os pontos de vistas diferentes. Amar não é aceitar o que o outro quer e sim, discutir e criar formas que ambos irão gostar. Amar é enfrentar as dificuldades em conjunto e buscar estratégias para novas oportunidades. Amar é conversar, cuidar, acalentar, sentir saudades, vibrar pelas conquistas do outro e o principal é ter intimidade e liberdade para dizer não e dar limites.
Amar é recomeçar diariamente!
Amar se aprende amando. Sinta a suavidade de amar e ser amado, sem julgamentos e rótulos. Apenas ame da sua forma!
Estamos juntos!
Um beijo,
________
Janaína Leão: Psicóloga e Coach
@psicologa_coach  |    janaina@janainaleao.com.br     |    www.janainaleao.com.br

Só conquista quem arrisca!


11 • 01 • 2016
por Janaína Leão

Olá meninas!
Início de ano e juntos iremos trilhar caminhos com objetivos e nos lançar a desafiantes voos. Quem topa o desafio do último post? :)
Vontade não “cai do céu” e nem ocorre “num passe de mágica”. Vontade se cria. Para isso acontecer, você precisa saber quais são suas prioridades e interesses.
O ano é novo, mas se você continuar com os mesmos pensamentos, atitudes e comportamentos do ano passado, garanto que terá os mesmos resultados dos anos anteriores. Agora, se você está de acordo para buscar novos resultados, tenha certeza que precisará localizar seus pontos a desenvolver e adicionar novos hábitos, certo? Então, venham juntos e vamos embarcar nessa emocionante e desafiante aventura chamada vida.
Transforme sonhos em objetivos e destes crie metas. Defina suas prioridades e foque no que é importante. Mensure mês a mês. Evite distrações com o que não te agrega. Lembre-se: Objetivo deve ser claro, realista e atingível. As metas são as atividades que você precisa desenvolver para atingir seus objetivos. Neste item, conta diversidade no posicionamento dos especialistas, uns dividem em objetivos e metas e outros entendem que são a mesma coisa. Neste momento, escolho a primeira opção, acredito ser mais didático e segue um passo a passo.
[ File # csp2471622, License # 1875576 ] Licensed through http://www.canstockphoto.com in accordance with the End User License Agreement (http://www.canstockphoto.com/legal.php) (c) Can Stock Photo Inc. / PixelsAway

(Foto: Reprodução)

Quando chegar Agosto de 2016, o que você quer ter atingido nas seguintes áreas: Relacionamento Familiar, Financeiro, Profissional, Relacionamento Amoroso, Lazer, Vida Social, Espiritualidade, Saúde, Intelectual e Emocional. Após estabeleça metas até Dezembro de 2016. Sempre responda as seguintes perguntas: O que? Quando? Onde? Como? Quem? Estratégias para atingir objetivos.
Toda mudança de hábito, requer esforço e comprometimento. O primeiro mês é o mais difícil, pois você está gerando novos comportamentos. Todavia, mesmo se encontrar dificuldades, não desista. Fique a vontade para compartilhar seus objetivos com pessoas da sua confiança, uma forma de firmar maior comprometimento e dedicação. Se você criou um objetivo muito ousado e não está conseguindo dar conta, reveja-o e se necessário, o reescreva.
Uma forma de escrever o objetivo é seguir o SMART: S(specific); M(measurable); A(archievable); R(relevant); T(time-bound).
S – o objetivo deve ser claro, específico e detalhado; M – Deve ser mensurável; A – Deve ser atingível e desta forma você se manterá motivado; R – Deve ser relevante, realista e estar claro de quais são os recursos disponíveis; T – Definir qual prazo e duração para o atingimento do objetivo.
Criar objetivo e ter planejamento montado não é garantia de resultado. Para isso acontecer, você precisa ter ação, enfrentar a frustração, se desafiar nos momentos de cansaço ou falta de vontade e, recomeçar sempre que necessário. Ninguém começa um objetivo e não comete um vacilo. Isso faz parte e nos remete a nossa espécie – ser humano. Pessoas que erram e acertam diariamente. Agora, evite se apegar ao erro e criar desculpas para não seguir a diante. Combinado?
Bem, agora meu desafio é que vocês escrevam seus objetivos, seguindo as dicas deste texto e conforme combinei com vocês no último post do ano 21/12/2015 em que me propus a ajuda-los com objetivos e planejamentos, segue meu convite: Quem tem interesse, envie para janaina@janainaleao.com.br seus objetivos no formato SMART que irei dar algumas orientações.
Quem enviar o email terá uma surpresa. Aguardo!
Estamos juntos!
Um beijo,
________

Janaína Leão: Psicóloga e Coach
@psicologa_coach  |    janaina@janainaleao.com.br     |    www.janainaleao.com.br

Dicas para avaliar seu ano: Retrospectiva


21 • 12 • 2015
por Janaína Leão

Final do ano se aproximando e, antes de planejar, é necessário avaliar o nosso desempenho em todas as áreas da vida. Fazer retrospectiva é olhar para dentro de nós, relembrar e, em alguns casos, reviver pensamentos, comportamentos, momentos e situações que nos marcaram. Também, é uma oportunidade para avaliar o desempenho, crescimento e pontos a desenvolver.
O modo como agimos ou nos comportamos, pode afetar profundamente nosso padrão de pensamento, emoção e, consequentemente, nossos resultados. Pois bem, todas as situações que vivemos geram pensamentos e estes, por sua vez, geram emoções. Conforme identificamos nossos pensamentos e entendemos o motivo pelo qual agimos de tal forma, temos a oportunidade de escolher novos comportamentos e emoções. Especialistas afirmam que escolhemos de forma (in)consciente gerar emoções positivas e/ou negativas.
Ultimamente, quais emoções você tem sentido? Quando você sente determinada emoção seja ela positiva ou negativa, qual o seu comportamento e sensação? Você já se deu conta que a emoção guia determinados comportamentos, por exemplo: comprar, comer, beber e etc.
Se você está insatisfeito com algum item da sua vida, saiba que é possível fazer diferente. Para localizar novos comportamentos nada melhor do que fazer uma retrospectiva para evidenciar determinados padrões.
Vamos fazer uma atividade?
IMG_6456Em  um ambiente tranquilo, musica clássica ou instrumental, pegue um papel e uma caneta e faça uma linha do tempo que contemple janeiro a dezembro de 2015.  Conforme exemplo da figura abaixo.
Siga os próximos passos:

  • Descreva mês a mês fatos, comportamentos e pensamentos que aconteceram ao longo de cada mês e que você considera importante.
  • Reflita sobre o seu padrão de comportamento, analise sua performance e destaque em todos os itens que você deveria ter feito diferente. Descreva o “como” seria o fazer diferente.
  • Crie estratégias para gerar novos comportamentos.
  • Destaque os resultados e os comportamentos que você quer dar continuidade e aqueles que deseja alterar.
  • Na escala de 0 a 10, dê uma nota para o seu grau de satisfação em cada mês.
  • Ao longo do próximo ano, releia essa linha do tempo e mensure os avanços e resultados.

Somos responsáveis por aquilo que fazemos e também pelo que deixamos de fazer. O que você está esperando para assumir o controle da sua vida? Mais um ano se foi. Se você não der o seu melhor nesse momento para qual vida está guardando? A vida é o que acontece aqui e agora, aprenda com suas frustrações ao invés de assumir uma postura de vitimização.
No próximo texto montaremos outra tabela que se refere as perspectivas, objetivos com plano de ação para o novo ano. Ajudarei vocês a monitorá-los. Ok?
Agradeço imensamente  o carinho  e oportunidade por compartilhar minhas experiências e conhecimento. Que Deus continue nos iluminando com muita saúde, paz e sabedoria. Um ótimo natal e um 2016 repleto de conquistas e realizações.
Estamos juntos!
Um beijo,
Janaína Leão: Psicóloga e Coach
@psicologa_coach | janaina@janainaleao.com.br | www.janainaleao.com.br

página 23 de 27