Todos os artigos por Carol Rosa

,

IMPOSTO DE RENDA: o lado bom da declaração


21 • 05 • 2018
por Carol Rosa

Olá, tudo bem?

Todo mundo declarou o imposto de renda? Muitos não gostam, eu sei, mas tem um lado bom! Sempre sugiro que as pessoas aproveitem o clima da virada do ano para começar a organizar a casa. Mas como eu sei que nem todo mundo consegue e, muitas vezes, acaba passando. Está aqui a sua segunda chance! A maioria teve que tirar a papelada da gaveta para acertar as contas com o “Leão”. Então nada melhor do que aproveitar que está tudo à mão para organizar a parte de escritório. Que tal?

Fale o que for, muita gente não tem paciência para mexer nos documentos, contas, recibos do passado… vai guardando, guardando, guardando e, quando vê, tem papel de 10 anos atrás que já podia estar no lixo há muito tempo. Você ocupou espaço à toa e ainda deve ter ficado, em algum momento desse período, horas procurando um documento específico que precisava e, na bagunça, não achava.

E ainda tem mais… a falta de organização pode fazer com que uma pessoa pague a mesma conta duas vezes. Exemplo: ela paga, deixa em qualquer lugar e, depois, quando a encontra de novo, não lembra que aquela dívida já tinha sido quitada. Lá se vai mais tempo perdido tentando reverter a situação. O contrário também pode acontecer. As pessoas simplesmente esquecem de pagar. Elas acabam guardando a conta em algum lugar que não é o de costume e não se lembram que existe aquela pendência.

As dicas a seguir são, então, para evitar situações assim. Já adianto, de qualquer forma, que na organização de documentos a regra é a mesma que para roupas, calçados, brinquedos e alimentos: quanto mais separado e categorizado tudo estiver, mais fácil será localizar o que procura.

O que se deve guardar?

  • Documentos pessoais: guardar sempre.
  • Impostos e tributação: também não se joga fora.
  • Contas ou documentos trabalhistas: guardar por 5 anos.
  • Declaração de imposto de renda: 5 anos.
  • Manuais e garantias: enquanto fizer uso do produto.

Como guardar?

  • A dica, de novo, é semelhante à que dou para quem vai começar a organizar o closet. Por exemplo: retire tudo e coloque em uma mesa antes de arrumar. Assim, é possível visualizar o que tem e a quantidade do que tem. Facilita na hora de escolher como e onde alocar cada item.
  • Depois, é hora de começar a separar e dividir. De um lado, o que é conta, do outro o que é documento, o que é contrato, manual e por aí vai…
  • Na sequência, vale uma outra divisão entre o que é documento pessoal, documento de bens, contas pagas e contas a pagar. Por último, uma subdivisão com “apartamento”, por exemplo, onde estarão os papéis referentes a IPTU e condomínio. Depois, “carro”. E assim por diante.
  • Por último, coloca-se a papelada em saquinhos plásticos, ordenados por data. Para cada ano, um saquinho diferente. E então todos os saquinhos de um mesmo assunto dentro de uma pasta etiquetada como “Eletropaulo”, por exemplo, para que seja fácil localizá-la depois. Aí é só guardar, seja em gaveta, na prateleira, armário…

O importante é ir fazendo a “limpa” nos papéis anualmente. Assim, você evita acúmulos desnecessários e o processo de manutenção da organização fica cada vez mais fácil. É um hábito, acredite, que, depois que você pegar, não vai mais conseguir largar. Mas lembre-se: essa já é a segunda chamada do ano. Não deixe passar!

Até mês que vem!

Carol Rosa | Personal Organizer

carol@carolrosa.com.br

11 98899 9270 | 11 96060 6056

www.carolrosa.com.br

,

Organização Preciosa (e Valiosa)


16 • 04 • 2018
por Carol Rosa

Olá, gente!

Para a coluna deste mês, escolhi falar de uma categoria que é queridinha de todas nós. Vou ensinar a organizar os acessórios que estão entre os maiores xodós de qualquer closet: joias, óculos e relógios. Acho que só perdem mesmo para os sapatos e bolsas. Ou não?!

Como são itens extremamente delicados, muita gente tem dúvida de como manter em ordem e preservar as peças intactas. São objetos caros e, às vezes, até com valor sentimental, por ser uma herança, uma recordação de família ou um presente de alguém especial.

JÓIAS

 A primeira dica que posso dar é escolher sempre um espaço forrado com camurça ou veludo para acomodar as peças. Aí vale tudo! Pode ser um porta-joias, uma caixa organizadora, uma gaveta feita sob medida no guarda-roupas ou no criado-mudo. Outro ponto importante é que o espaço tenha vários nichos para separar cada item, ou o resultado será um monte de coisa amontoada, correntes enroladas e brincos sem par.

A segunda parte, então, é separar: brincos, colares, gargantilhas, anéis e pulseiras. Se o espaço for grande, vale ainda deixar um cantinho reservado para as joias de festas e outro para as do dia a dia. Se conseguir dividir ainda em ouro branco e amarelo, melhor ainda!

Na organização, o importante é que a pessoa tenha sempre em mente que quanto mais específica for a divisão, mais fácil será localizar o que procura. E, convenhamos, as joias costumam ser o que colocamos por último, quando já estamos atrasadas para sair, sem tempo para perder tentando achar a que mais combina com a ocasião.

Algumas dicas para o uso também são essenciais na preservação da peça::

  • Passe o perfume sempre uns 15 minutos antes de colocar a joia. Assim, a pele já estará seca quando você for usá-la. Evite que ela entre em contato com substâncias como perfumes, cremes, entre outros cosméticos que podem deteriorá-la.
  • Na hora de limpar, use uma flanela seca e siga sempre a instrução do fabricante para garantir uma durabilidade maior.
  • Outra sugestão é evitar dormir com os adornos. Sem perceber, você pode acabar deitando em cima do braço, por exemplo, alterando a estrutura da pulseira. Ou pode quebrar o fecho do colar, se ele ficar enroscado no cabelo e você fizer uma virada brusca.

RELÓGIOS

Delicados e caros, eles também merecem um espaço especial no seu closet. A regra da gaveta para as joias vale aqui também. Mas nesse caso, os nichos devem ser do mesmo tamanho, e claro, também forrados com tecido.

Coloque um relógio em cada espaço separadamente. Lembre-se, pulseiras feitas em couro, por exemplo, podem manchar em contato umas com as outras. Por isso a importância da divisão. Outra dica é sempre guardar as peças nas almofadas que vêm na caixa. É importante para manter a estrutura do relógio.

Também não recomendo dormir com eles, pelos mesmos motivos listados com relação às joias.

Já quanto à limpeza, como são diversos os produtos dos quais eles podem ser feitos, a sugestão é seguir à risca a recomendação dos fabricantes, sem invenções caseiras. Isso dará respaldo caso tenha algum problema e precise reclamar no lugar onde comprou.

Garanto que, com esses cuidados básicos, as peças vão permanecer intactas e com brilho maior por muito mais tempo!

Um beijo e até a próxima!

Carol Rosa/ Personal Organizer

carol@carolrosa.com.br

11 98899 9270 | 11 96060 6056

www.carolrosa.com.br

,

Cada Um No Seu Quadrado | Organizando O Banheiro


19 • 03 • 2018
por Carol Rosa

Olá, pessoal, tudo bem?

O tema que escolhi para a coluna deste mês é aquele lugar da casa onde a gente sempre tem um monte de coisa guardada, dezenas de produtos, várias miudezas e, por isso, é muito fácil ficar desorganizado. Já sabe qual é? Quem pensou no “banheiro” acertou!

Sabe aquele produto que você não usa com frequência, mas quando mais precisa não encontra? Prometo que com essas dicas você nunca mais vai passar por esse aperto. Vamos começar?

Primeiro selecione aqueles itens que você usa diariamente. Depois acomode em uma bandeja pequena e bem bonita na pia. Deixe ali cremes, loção de barbear, demaquilante, perfume, hidratante. Não vale só juntá-los e colocá-los em um canto. Sem a bandeja ficará um ar de desorganização. Isso sem contar a falta de praticidade na hora de limpar a pia. Já pensou ter que tirar produto a produto? Também não funciona tentar mantê-los guardados. Imagine ter que pegar no armário cada item quando for usá-lo e ainda devolver depois… Acredite, na correria, você vai acabar esquecendo sobre a pia.

O próximo passo é cuidar dos produtos que ficam – aí sim – nos armários. São os que você não usa sempre. Separe-os por categorias: corpo, cabelo, rosto, higiene pessoal… Coloque cada categoria em um cesto. Isso ajuda a visualizar tudo o que você tem e a quantidade exata de cada item. Assim, fica fácil saber quando é hora de reabastecer o estoque. Nesse sentido, aliás, tenho outra dica, que é deixar o estoque da casa inteira armazenado junto (e não um pouquinho no banheiro de cada um). Assim, os pais visualizam quando está acabando a pasta de dente dos filhos também, por exemplo.

Para quem mantém remédios no banheiro, a sugestão é separá-los em dois cestos: em um ficam produtos de curativo e no outro só medicamentos. ATENÇÃO: Eles dever ser mantidos longe de locais úmidos e, principalmente, do alcance das crianças, ok?

Os produtos maiores, como secador e chapinha, devem ser acomodados em um armário. As gavetas devem ser usadas para miudezas, como produtos de higiene bucal, cortador de unha, alicate, pinça, grampo. Para não misturar, basta usar divisórias. E separar, novamente, em categorias.

Um truque que eu gosto muito, de uma forma geral, é etiquetar cada cesto (ou caixa, gaveta, enfim…). Fica muito mais fácil encontrar tudo o que você procura! Sim, eu sou a louca das etiquetas, mas é que isso facilita demais o dia a dia. Experimente e prometo que você não vai se arrepender.

Ah, e para quem estranhou que não falei de organização de maquiagem aqui, aproveito para lembrar que tem um post exclusivo sobre isso! Não viu? Aqui o link:  Confira!

Beijos,

Carol Rosa/ Personal Organizer

carol@carolrosa.com.br

11 98899 9270 | 11 96060 6056

www.carolrosa.com.br

página 1 de 5