Todos os artigos por Carol Rosa

,

Lá vem o verão | Organizando as roupas de ginástica para manter corpo em forma


11 • 11 • 2017
por Carol Rosa

Olá, gente!

O verão se aproxima e aposto que todo mundo já está focado na academia! Por isso, as dicas deste mês são justamente para ajudar na organização das roupas de ginástica. Blusa, legging, short, top, tênis, polaina, regata, macacão… Hoje em dia tem de tudo de várias cores, modelos e marcas. O “boom” da geração saúde e a busca por uma vida sem sedentarismo deu um novo status à moda fitness. Se antes as roupas de ginástica ocupavam pouco ou nenhum espaço nos armários, agora ganharam destaque no closet.

Por serem de tecidos e modelagens diferentes, as peças merecem atenção especial na hora de arrumar o guarda-roupa. As camisetas costumam ser mais molinhas, difíceis de formar uma pilha. Quem tenta, acaba deixando o espaço com aquele aspecto de desarrumado. Mas calma, há sempre uma solução!

Para quem tem gaveta de sobra no armário, separe uma só para as peças de malhar. Uma dica: as camisetas de algodão, do dia a dia, podem ser colocadas nas prateleiras por causa do tecido um pouco mais grosso. E, assim, abrir lugar no gaveteiro para as de ginástica. Na hora de guardar as blusas e regatas, a sugestão é dobrar como uma camiseta normal: mangas para dentro e depois ao meio. Feito isso, dobre novamente ao meio. Assim, você consegue acomodar uma atrás da outra, como se fosse uma escadinha mesmo.

Se der, vale também colocar as calças e shorts no mesmo espaço. Caso precise separá-los, tente manter tudo perto. Por exemplo: se as camisetas estão de um lado do armário, opte por colocar as calças do mesmo. É mais prático e fácil. As calças, leggings e shorts de academia, se não couberem nas gavetas, podem ser dobrados e empilhados nas prateleiras

Use o espaço que sobrar da gaveta ou um cesto pequeno para guardar os acessórios: relógio de corrida, medidor de batimento cardíaco, luvinha, entre outros usados na hora da malhação.

Falando em cesto, pra quem não tem espaço na gaveta, os organizadores – que comentei aqui no post passado – podem ajudar bastante. Cestos e caixas de tecido podem acomodar as roupas de ginástica. As colmeias também auxiliam para separar os tops sem bojo. Já os com bojo devem ser guardados abertos, como os sutiãs: um encaixado atrás do outro. Os demais, podem ser dobrados como se fossem calcinhas: faça um pacotinho e acomode na gaveta ou na colmeia.

Invistam nas colmeias: é mais fácil para higienizar o armário, já que é só retirar a colmeia toda ao invés de peça por peça. Além disso, fica bem visível e ajuda a ganhar espaço, uma vez que as peças não ficam espalhadas!

Para bonés e viseiras, eu sugiro ganchinhos na porta do armário ou na parede, para pendurá-los. Além de ser prático, permite que eles respirem e sequem. Por conta da transpiração, é  sempre melhor deixá-los em local arejado, que evita odores e manchas.

Para os tênis, a recomendação é a mesma que a para os demais calçados: é importantíssimo deixá-los respirar antes de guardar. Depois de se exercitar, coloque na lavanderia ou no quintal e sempre na sombra. Vale passar um pano úmido na sola. Assim, evita odores e aumenta a vida útil do calçado.

Com tudo em ordem, não tem desculpa para fugir da malhação! É bom lembrar que já já vem o verão…

Espero que tenham gostado das dicas. Qualquer dúvida, vocês sabem, podem falar comigo e dar sugestões através do meu Instagram: @carolrosaorganizer.

Beijos. Até a próxima!

Carol Rosa / Personal Organizer

carol@carolrosa.com.br

11 98899 9270 | 11 96060 6056

www.carolrosa.com.br

,

Organizadores: tem para todo mundo!


16 • 10 • 2017
por Carol Rosa

Olá pessoal!!

Como prometi no último post, desta vez, vou falar de organizadores! E quando o assunto é esse, podemos pensar em diversos tipos e categorias. Tem item para o banheiro, para o closet, quarto, escritório, brinquedoteca… E dezenas de formatos e tamanhos: tem colmeia, divisor de acrílico, caixas de tecido, de plástico…

Escrevo este texto direto dos Estados Unidos e, por aqui, as opções são inúmeras. A gente fica perdido em meio a tantas lojas destinadas à organização. Por isso, tenho certeza que você vai descobrir que algum organizador pode sim ajudar a colocar a sua casa em ordem! São produtos que dão um ar mais clean para qualquer armário ou gaveta, facilitam na hora da limpeza e ajudam a visualizar o que se tem. Isso faz a gente economizar tempo procurando aquilo o que quer e espaço.

Vamos começar pelas colmeias:

Nas gavetas, elas ajudam na separação de calcinhas, sutiãs e meias. Vale lembrar que a dobra correta é essencial na hora de guardar! Como não falei disso ainda aqui, você pode ver o passo a passo no meu canal. Mas as colmeias não servem apenas para lingerie. Também são muito úteis para roupas de ginástica, de bebê, de criança e para outros tipos de peças pequenas, como biquínis, por exemplo. Como falei, na hora de limpar também é super prática. Isso porque você não precisa tirar da gaveta peça por peça. Tira a colmeia toda e depois volta com ela para o lugar.

Os divisores de gavetas:

Agora, se uma das principais funções dos organizadores é deixar os produtos separados para que estejam ao alcance facilmente, vale usá-los também para a maquiagem. Aqui indico os divisores de gaveta. Quem nunca precisou de um batom para dar um retoque de última hora e só conseguiu encontrar rímel? Quando você usa organizadores para separar em um lugar make de olho, em outro batons, na outra parte blushes e, por aí vai, achar aquilo que precisa fica muito mais fácil!

A premissa é a mesma para o escritório. As gavetas dos escritórios podem ser divididas para que os lápis não fiquem naquela bagunça com canetas. Com os divisores, cada item tem um espaço próprio, o que garante que tudo fique arrumado.

As caixas organizadoras e suas variáveis:

É interessante também ter caixas pequenas para miudezas, como clipes, grampos e várias outras coisinhas. Isso, além de ficar esteticamente mais bonito, ajuda muito na produtividade. As caixas, aliás, são fundamentais na organização. Tem aquelas de tecido que podem ser usadas para lenço, cachecol, biquíni… Podem acomodar também peças de pouco uso como saídas de praia, necessaire… E tem as de plástico que podem acomodar os brinquedos das crianças.

Os potes herméticos:

Na despensa, vale optar por potes herméticos para guardar alimentos perecíveis abertos. O melhor é que, se comprados da mesma marca, eles se encaixam e é possível empilhar vários deles, economizando espaço. O que eu sempre recomendo é tirar o produto da embalagem original, mas sem esquecer de etiquetar o pote com a data de validade para evitar o consumo de comida vencida. Falarei desses cuidados na cozinha em outra oportunidade.

Muitos organizadores servem para uma determinada função específica. Por exemplo: existem caixas para frutas e verduras. Mas isso não impede a gente de usar a imaginação e adaptar o produto para aquilo que precisamos. Uma caixa um pouco mais baixa pode ser um ótimo porta esmaltes, outra mais alta pode servir para armazenar os shampoos de estoque, que ainda não estão em uso. Enfim, tudo depende da criatividade e, mais do que isso, da necessidade!

Se tiverem dúvidas, fiquem à vontade para me escrever através do Instagram @carolrosaorganizer.

Beijos. Até a próxima!

Carol Rosa / Personal Organizer

carol@carolrosa.com.br

11 98899 9270 | 11 96060 6056

www.carolrosa.com.br

, ,

Com qual cabide eu vou?


18 • 09 • 2017
por Carol Rosa

Olá, gente!

Acabei falando brevemente de cabides no último post e me animei para abordar mais sobre o assunto. Isso porque toda vez é igual: quando publico nas redes sociais ou mesmo quando estou na casa de alguém, são várias as perguntas sobre qual usar, qual evitar, quando usar, quando pendurar. Então esse, acredito eu, será um texto bem útil para todo mundo!

Afinal, quem nunca se viu nesta situação? Sai para comprar cabide, pega 15 unidades, chega em casa e tem a surpresa: elas não são suficientes. Volta para a loja, não acha o mesmo modelo e compra outro. Assim vai até que a pessoa se depara com um guarda-roupa cheio de cabides diferentes. E essa diferença traz dois problemas: a perda de tempo – afinal, a pessoa abre o armário e se concentra no cabide e não nas roupas – e a diminuição da vida útil da peça. Isso porque quando não está no cabide ideal, ela pode estragar.

Vamos, então, a algumas dicas do que pendurar e como pendurar. Lembrando, claro, que tudo depende do espaço e da quantidade de cada peça que a pessoa tem. Se é muita roupa para pouco espaço, os cabides finos são os ideais. Permitem que o maior número de peças seja acomodado. Mas vale lembrar que não adianta pendurar tudo também, de forma que um cabide fique enganchando no outro. O tecido vai amassar e pode até danificar. É preciso um dedo (ainda que pequeno) de distância entre um cabide e outro.

Mais um ponto importante é tomar cuidado com cabides plásticos, moles. Embora mais baratos, eles têm vida útil menor. Quem quiser economizar e comprar precisa lembrar de pendurar apenas peças leves. Uma calça jeans, por exemplo, certamente irá pesar e ele irá ceder.

Mas, seguindo algumas dicas importantes, é possível ganhar espaço, deixar tudo organizado e ainda preservar as roupas por mais tempo. Vamos lá?

BLUSA FINA

As blusas finas, de seda, cetim, ou aquelas regatas que escorregam, devem ser penduradas em cabides flocados. Não ocupam muito espaço, são bons e práticos.

CAMISETA POLO

Não são raras as casas em que as camisetas do tipo ‘polo’ são dobradas e guardadas em prateleiras e gavetas. Mas, quando houver espaço, vale colocá-las penduradas em cabides. Assim, a gola não perde o formato original. Nesses casos, é bom manter o primeiro e o segundo botão fechados.

CALÇA FEMININA

As calças femininas tendem a ter uma numeração menor. Assim, se possível, vale usar cabide infantil. Não ocupa muito espaço e acomoda bem as peças.

Aqui, os cabides de acrílico, na espessura mediana, também resolvem. Os mais grossos não são necessários.

Os pretos de plástico também podem ser usados. No entanto, evite pendurar calças jeans nesses modelos. Elas são mais pesadas e tendem a estragar o cabide.

Se o espaço for restrito, dependendo do cabide e da calça, dá para colocar mais de uma no mesmo acessório.

SHORTS E SAIAS

Muita gente não cogita pendurar shorts, mas é uma ótima opção.

Tanto os shorts como as saias podem ser pendurados em cabides com pinças. As pinças são adaptáveis a diversos modelos de cabides, como de silicone e veludo, e não estragam as peças.

Para shorts jeans, de tecido mais grosso, dá para usar as pinças de acrílico, mais simples e baratas.

Já para tecidos mais leves, vale colocar um pedaço de feltro entre a peça e a pinça, evitando que a roupa fique marcada. Outra opção é aproveitar aquelas alças que costumam vir na parte de dentro dos shorts e saias para pendurar, como se fosse uma blusa.

ROUPA SOCIAL

Cabides de madeira tendem a ser descartados pelo espaço que ocupam. No entanto, são excelentes e de uma durabilidade impressionante. Quem tiver espaço, deve optar por eles para pendurar calça, blazer e camisa.

Para terno, a indicação é a mesma: cabide de madeira, no entanto com espessura mais grossa. Existem até alguns próprios, com formato da ombreira, ótimos para manter a estrutura do terno.

Aqui, uma boa dica é: roupas que fazem conjunto devem ser penduradas juntas.

Outra dica é tomar cuidado com o tamanho do cabide para não marcar ou lacear as camisas. O ideal é que ele termine no fim do ombro.

CINTOS E GRAVATAS

Quem tem espaço, deve pendurar cintos e gravatas. Muita gente faz “rolinhos” com essas peças e acomoda em gavetas. No entanto, esse jeito de guardar compromete a vida útil da peça. Quanto mais esticados estiverem, melhor.

VESTIDO

Vestidos longos, dependendo do peso, não devem ser pendurados. O peso pode puxar o vestido para baixo, esticando a peça. Vale dobrar ao meio ou usar dois cabides: um para a alça e outro para a outra metade do vestido, formando uma espécie de onda. O problema, nesse caso, é que toma um espaço um pouco maior.

PEÇAS DE TRICÔ

Não devem ser penduradas, mas sim dobradas. Quando penduradas, elas podem esticar e perder a forma original.

E aí, foram lendo e percebendo um monte de coisas que precisam mudar no guarda-roupa? Então corram lá e façam isso agora. Afinal, ninguém quer perder peça por um descuido que dava para ter sido evitado, não é mesmo?

Se tiverem dúvidas, fiquem à vontade para me escrever. Pensei em falar, no mês que vem, sobre organizadores. O que acham? Vocês podem falar comigo e dar sugestões através do meu Instagram: @carolrosaorganizer.

Beijos,

Carol Rosa / Personal Organizer

carol@carolrosa.com.br

11 98899 9270 | 11 96060 6056

www.carolrosa.com.br

página 1 de 3